HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
11 fev 2021 - 09:50
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Novos financiamentos para combustíveis verdes

Programa do BNDES permite a concessão de empréstimos a empresas produtoras de biocombustíveis para estimulá-las a melhorar a eficiência energético-ambiental


Incentivar e apoiar boas práticas ambientais. Com esse objetivo, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) criou o Programa BNDES de Incentivo à Redução de Emissões de CO2 no Setor de Combustíveis (BNDES - RenovaBio). A ação permite a concessão de empréstimos a empresas produtoras de biocombustíveis para estimulá-las a melhorar a eficiência energético-ambiental.


As empresas que alcançarem as metas de redução de emissão de CO2 estipuladas pelo programa terão redução na taxa de juros ao longo do pagamento dos empréstimos.


O chefe do Departamento do Complexo Agroalimentar e de Biocombustíveis BNDES, Mauro Mattoso, destacou as metas do programa. "Seu objetivo é conceder empréstimo aos produtores de biocombustível para que eles melhorem a sua eficiência energético-ambiental na produção de biocombustível, ou seja, fazer um biocombustível ainda mais verde.”


Mattoso explicou que o programa foi criado para ser complementar à Política do RenovaBio, do Ministério de Minas e Energia, pois, para participar da iniciativa, a empresa deve estar cadastrada nessa política.


“Os biocombustíveis têm ajudado o Brasil a caminhar para atingir as metas de redução de gases de efeito estufa. Isso vai gerar grandes oportunidades para o Brasil”, afirmou o presidente do Conselho de Administração da Associação dos Produtores de Biocombustíveis do Brasil (APROBIO), Erasmo Carlos Battistella. “Bom para a economia, bom para o ambiental porque são biocombustíveis, é a energia renovável, e para o social. O melhor programa social é a geração de empregos. Esta tomada de decisão do BNDES foi muito assertiva e em linha do que está acontecendo no mundo.”


Renovabio
O principal instrumento do RenovaBio é o estabelecimento de metas nacionais anuais de descarbonização para o setor de combustíveis, de forma a incentivar o aumento da produção e da participação de biocombustíveis na matriz energética de transportes do país.


O Crédito de Descarbonização (CBIO) é uma das ferramentas do Renovabio emitido por produtores de biocombustíveis voluntariamente certificados. É importante ressaltar que cada CBIO equivale a uma tonelada de emissão de gases do efeito estufa evitada na atmosfera.


Quanto menos emissões de gases do efeito estufa, melhor a qualidade do ar e mais saúde aos brasileiros.


Fonte: MME

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
06 mai 2021

Transição para economia de baixo carbono

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

Ministra pede orçamento para Plano Safra e vê Brasil produzindo mais em 2022

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

Proposta para tributação dos crédito de descarbonização

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

APROBIO reafirma que avaliação adequada da qualidade do combustível deve ser completa, incluindo coleta de amostras do diesel fóssil nas refinarias de petróleo

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

O plano do rei do biodiesel

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO