HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
26 out 2023 - 13:21
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Motores Euro VI e Biodiesel, a fórmula para um transporte mais sustentável

Num esforço contínuo para reduzir as emissões poluentes e avançar para um transporte mais sustentável, a utilização de motores Euro VI em combinação com o Biodiesel surge como uma solução viável e eficaz na Colômbia.


Atualmente, todo diesel distribuído no país possui uma mistura de 10% de biodiesel chamada B10. Esta mistura permite reduzir as emissões de GEE e de 500 toneladas de material particulado na atmosfera em quase 2 milhões de toneladas por ano, bem como a dependência de combustíveis fósseis, aumentando a segurança e a soberania energética. Da mesma forma, o biodiesel reduz o teor de enxofre do diesel ao mesmo tempo que aumenta o número de cetano e a lubricidade, melhorando a qualidade deste combustível, da mesma forma que este biocombustível é produzido numa agroindústria intensiva em conhecimento, substitui as importações de diesel fóssil e promove a reindustrialização do país.


Os motores Euro VI, que cumprem rigorosos limites de emissões poluentes, são essenciais para proteger a saúde e o meio ambiente e, graças à Lei 1972 de 2019, todos os veículos diesel que entrem a partir de 1 de janeiro de 2023 na Colômbia devem cumprir estas normas, marcando um marco importante na redução das emissões poluentes provenientes de fontes móveis.


De acordo com a Clean Fuels Alliance America (CFAA), a maioria dos motores Euro VI são adequados para a utilização de misturas superiores, especificamente B20, de biodiesel, uma energia líquida renovável que reduz as emissões de gases com efeito de estufa em pelo menos 83%.


As normas Euro VI centram-se na redução das emissões de substâncias nocivas, como partículas e óxidos de azoto. Para atender a esses padrões, os fabricantes de motores de combustão desenvolveram tecnologias avançadas, como sistemas de injeção de alta pressão, filtros de partículas e catalisadores de redução catalítica, entre outros. Estes avanços garantem uma redução significativa das emissões poluentes e um melhor desempenho do motor.


De acordo com o relatório do Boletim de Novos Veículos de Transporte de Carga da Associação Nacional de Empresários da Colômbia (ANDI) e da Federação Nacional de Comerciantes (Fenalco), as cinco marcas de veículos de carga mais comercializadas no país são Foton, Chevrolet, Kenworth, JAC e HINO, e segundo a Clean Fuels Alliance America essas marcas (Chevrolet, Cummins, Hino) possuem suporte para misturas B20, no caso da Jac e Foton, segundo seus sites, utilizam motores Cummins.


E até junho de 2023 estão matriculados no país 6.624 veículos de carga, o que corresponde a 1,7% da frota de veículos de carga, e segundo a publicação da CFAA, as 5 marcas deste segmento suportam misturas de 20% de Biodiesel no gasóleo, como estratégia para combinar os benefícios ambientais da redução das emissões locais e da descarbonização da frota de veículos de carga.


Por outro lado, estudos do Laboratório Nacional de Energia Renovável do Departamento de Energia dos Estados Unidos demonstram que a regeneração de sistemas de filtração de partículas em tecnologias Euro VI é mais eficiente quando são utilizadas misturas de Biodiesel.


Adicionalmente, entendendo que 98,3% da frota de veículos de carga possui tecnologias de controle de emissões inferiores à Euro VI, e para demonstrar o desempenho e os benefícios ambientais, a Federação Nacional de Biocombustíveis (Fedebiocombustíveis), produtores de Biodiesel, atacadistas e varejistas de distribuição de combustíveis e transportadores de carga , fazem parte do Clube Biotanking da Colômbia, com mais de 1.230 veículos de carga que representam uma ampla gama de tipologias e tecnologias de controle de emissões, que operam com misturas voluntárias de 20% de Biodiesel, refletindo Excelente desempenho mecânico e ambiental.


A combinação dos motores Euro VI e Biodiesel é uma realidade que contribui significativamente para a redução das emissões de partículas e gases de efeito estufa, promovendo práticas mais sustentáveis no transporte colombiano. Esta sinergia entre tecnologia avançada e combustíveis mais limpos é um passo firme rumo a uma transição energética justa.


Fonte: Fedebiocombustibles

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
29 mai 2024

Fórum Nordeste: evento discutirá sustentabilidade e transição energética no Brasil

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Maioria das emissões de CO2 nas mineradoras vêm de máquinas a diesel

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Empresas criam metas para reduzir emissões, mas só 47% das grandes companhias fixaram prazo para carbono zero

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Títulos verdes ganham espaço mas Brasil ainda é o terceiro emissor desses papéis na América Latina

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Brasil precisa de R$ 249 bilhões anuais para infraestrutura sustentar a transição energética, aponta BNDES

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO