HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
16 jan 2024 - 17:48
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

“Brasil lidera a transição energética”, diz ministro em Davos

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, afirmou que o Brasil lidera a transição energética no mundo.


“Países como o Brasil têm toda a autoridade (no setor), com uma matriz energética de 88% de energia limpa e renovável, e continuando a fazer investimentos neste sentido”, comentou.


A declaração foi dada nesta terça-feira (16) durante painel do Fórum Econômico Mundial, em Davos.


Silveira emendou.


“Eu acredito que o G20 nos dará a oportunidade de, mais uma vez, de fazer uma cobrança terna, mas severa, dos países industrializados e dos países ricos que reiteradamente se comprometem em investir em transição energética, em investir em emissão de baixo carbono, mas esse discurso está muito distante de se tornar uma realidade”, salientou.


O ministro afirmou ainda que o desafio do país é que a transição energética seja justa para a população brasileira e ajude a combater desigualdades sociais no Brasil.


Silveira sinalizou que o governo pretende ampliar a produção de energia eólica e solar, citando especialmente a Região Nordeste, e que o Brasil está preparado para receber grandes investimentos externos para cumprir este objetivo.


 


Sem Haddad e Lula


O presidente Lula e o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, não participarão do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, que começou na segunda-feira (15).


Haddad retornou nesta segunda-feira das férias. O primeiro compromisso foi acompanhar Lula em em reunião com o presidente do Paraguai, Santiago Peña.


O chefe da Fazenda ainda tem uma reunião com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para discutir a medida provisória (MP) da reoneração da folha de pagamentos.


Já Lula optou por tocar a pauta política e não vai ao evento. Um dos motivos são as costuras para as eleições municipais. No entendimento do governo, as ausências são compreendidas pelos investidores.


Sem os dois principais expoentes da economia, coube à ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, ser a principal representante do governo brasileiro no fórum.


A comitiva brasileira ainda conta com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, e do ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira.


 


Fonte: O Antagonista

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
16 abr 2024

Previsibilidade e segurança jurídica: APROBIO destaca importância do PL Combustível do Futuro em audiência no Senado

+
SAIBA MAIS
16 abr 2024

Planeta bate novo recorde de calor e especialistas explicam preocupação

+
SAIBA MAIS
16 abr 2024

Aquecimento global vai parar na Justiça: crescem casos de litigância climática contra desmatadores

+
SAIBA MAIS
16 abr 2024

Deputado diz que Petrobras tenta “pegar carona” no Combustível do Futuro

+
SAIBA MAIS
15 abr 2024

Combustível do Futuro terá investimentos de R$ 200 bi, diz Alceu Moreira

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO