HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
10 dez 2021 - 12:45
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Confaz define tributação do novo modelo de comercialização de biodiesel

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aprovou a criação de um convênio específico sobre a incidência de ICMS no biodiesel. A decisão agradou ao setor produtivo, que questionava o formato de tributação no novo modelo de comercialização do biocombustível que entrará em vigor em janeiro., com o fim dos leilões públicos.


Na avaliação de Abiove, Aprobio e Ubrabio, entidades que representam produtores, a solução afasta o risco de repasse do custo extra com ICMS ao preço de venda do biodiesel. Com isso, o setor reforçou o pedido para que a mistura biodiesel no diesel fóssil volte a ser elevada para 13%, ante os 10% atuais. O convênio propõe que as usinas produtoras sejam credoras das refinarias, que vão transferir o ICMS recolhido sobre o biodiesel para o Estado produtor após a validação estatal e como substitutos tributários.


Dessa forma, as usinas manterão a possibilidade de utilizar os créditos de insumos. A medida beneficia Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul, onde estão instaladas as indústrias do segmento.


Solução "inédita e neutra"


As associações de produtores afirmaram que "a solução encontrada é inédita e neutra para todos os agentes da cadeia" e "elimina os custos adicionais que seriam criados caso as usinas de biodiesel passassem a vender seus produtos com ICMS diferido, o que aconteceria no novo modelo de comercialização".


O Confaz disse que "buscou adaptar e aperfeiçoar as regras tributárias aplicáveis aos produtores de biodiesel no novo modelo, de forma que não haja alteração dos valores do ICMS deles cobrados atualmente". O conselho pontuou que as "inovações permitirão que não haja reflexos tributários que possam elevar o preço do óleo diesel adquirido pelo consumidor, empregando assim maior transparência e segurança jurídica na cobrança do imposto".


Com os leilões públicos organizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o sistema de tributação do biodiesel se resolvia por meio da participação da Petrobras, que fazia o recolhimento dos impostos e a compensação dos créditos de ICMS gerados, evitando acúmulos.


Fonte: Valor

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
26 jan 2022

BSBIOS Paraguay assina memorando de entendimento com a Copetrol para investimento no projeto Omega Green

+
SAIBA MAIS
26 jan 2022

Quando o crédito de carbono cai na sua conta

+
SAIBA MAIS
24 jan 2022

Líder em biodiesel, BSBios congela investimentos com retorno ao B10

+
SAIBA MAIS
24 jan 2022

A negociação de créditos de carbono dispara – e o Brasil tem muito a ganhar com a retomada

+
SAIBA MAIS
20 jan 2022

Biodiesel: Produtores contestam cálculo do MME sobre economia com B10

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO