HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
27 out 2023 - 11:52
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Biodiesel: energia limpa com qualidade para uma transição imediata

Artigo de Francisco Turra, Presidente do Conselho de Administração da APROBIO, e de Julio Cesar Minelli, Diretor Superintendente da Associação e membro do Conselho do Seminário Internacional Frotas & Fretes Verdes 2023, publicado em revista do evento


O tempo é um recurso escasso e valioso, uma condição que parece ainda mais verdadeira quando consideramos os impactos cada vez mais próximos e perceptíveis do aquecimento global. Vivemos um ponto de inflexão, com o registro de recordes constantes de temperaturas médias do planeta. O alerta da Organização Mundial Meteorológica das Nações Unidas indica que há 66% de chances de a média anual de aquecimento ultrapassar 1,5°C entre 2023 e 2027, limite apontado como seguro no final de 2015, no Acordo de Paris. A energética é mais do que um plano de trabalho. Ela depende do senso de urgência de toda uma sociedade para a real compreensão da dimensão dos impactos dessa muFrancisco Turra e Julio Cesar Minelli dança climática.


O Brasil precisa ser protagonista nesse cenário internacional porque tem soluções imediatas e a capacidade de desenvolver cadeias que podem descarbonizar o transporte. O país é uma potência global verde e a bioenergia ocupa relevante papel no curto, médio e longo prazo. Fontes de energia de qualidade, ambientalmente sustentáveis e que promovam a redução nas emissões de gases de efeito estufa são oportunidades para o desenvolvimento do país. O biodiesel tem elevada maturidade técnica, especificações mais rígidas e capacidade instalada de produção para ampliar seu uso de forma imediata.


O governo brasileiro tem destacado que a transição energética é a chance de o país se tornar independente, tanto do ponto de vista econômico, como cultural, social e geopolítico. Para isso, em relação ao biodiesel, devemos de ampliar e atingir a mistura de 15% ao diesel fóssil (B15) o quanto antes, de forma integrada com a cadeia produtiva para promover a adoção de um novo cronograma de aumentos da mistura que leve à adoção pelo menos do B20, com marcos bem definidos que garantam segurança jurídica aos investidores.


Somos exemplo de matriz energética limpa com opções para aumentar a atividade econômica, agregando valor à nossa grande produção agrícola e ainda promovendo a sua expansão de forma completamente sustentável, reduzindo as emissões de gases de efeito estufa e gerando renda e qualidade de vida para a população.


O biodiesel está pronto para a transição já!


Veja a íntegra da revista neste link.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
29 mai 2024

Fórum Nordeste: evento discutirá sustentabilidade e transição energética no Brasil

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Maioria das emissões de CO2 nas mineradoras vêm de máquinas a diesel

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Empresas criam metas para reduzir emissões, mas só 47% das grandes companhias fixaram prazo para carbono zero

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Títulos verdes ganham espaço mas Brasil ainda é o terceiro emissor desses papéis na América Latina

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Brasil precisa de R$ 249 bilhões anuais para infraestrutura sustentar a transição energética, aponta BNDES

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO