HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
21 jan 2021 - 10:00
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Após crescer 55%, Lar investe para ampliar produção

Grupo faturou mais de R$ 10 bilhões em 2020 e deve erguer novo complexo de R$ 350 milhões


Impulsionada pelos bons resultados nos mercados de grãos e carnes, a Lar Cooperativa Agroindustrial, de Medianeira (PR), encerrou 2020 com faturamento de R$ 10,8 bilhões, 55,14% superior ao do ano anterior, e lucro líquido de R$ 717,8 milhões, três vezes maior que o de 2019 (R$ 230 milhões).


Irineo da Costa Rodrigues, diretor-presidente da Lar, destacou que o ano foi de recuperação, após a frustração de safra de 2018/19 no Paraná, que gerou perda de receita de R$ 550 milhões à cooperativa.


No ano passado, a safra 2019/20 rendeu entregas de 4,8 milhões de toneladas de grãos (2,4 milhões de soja e outras 2,4 milhões de milho, além de 36,8 mil toneladas de trigo), ou 54,8% a mais que as 3,1 milhões de toneladas do ciclo anterior. Na área de proteínas, o número de aves abatidas pela Lar saltou de 149,3 milhões, em 2019, para 180 milhões, enquanto o de suínos subiu de 645,4 mil para 769 mil - incrementos de 20,6% e 19,2%, respectivamente.


Rodrigues conta que a cooperativa tem crescido organicamente, com aumentos de processamento que acompanham o ritmo dos produtores, e mediante novos investimentos e aquisições.


De 2021 até 2024, a Lar planeja investir R$ 350 milhões em um complexo industrial em Medianeira, na saída para Foz de Iguaçu, na comunidade de Bom Jesus. No local haverá uma área dedicada ao recebimento e à secagem de milho e mais três plantas de ração, que levarão o número total de fábricas do gênero na cooperativa a dez.


As três novas plantas de ração serão voltadas à avicultura - uma para atender matrizes, outra para a engorda de frangos e uma terceira com foco na demanda por premix, ou seja, vitaminas e minerais adicionados à ração. A ideia é que essa unidade abasteça todas as dez fábricas da cooperativa paranaense.


Fonte: Suinocultura Industrial

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
06 mai 2021

Transição para economia de baixo carbono

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

Ministra pede orçamento para Plano Safra e vê Brasil produzindo mais em 2022

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

Proposta para tributação dos crédito de descarbonização

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

APROBIO reafirma que avaliação adequada da qualidade do combustível deve ser completa, incluindo coleta de amostras do diesel fóssil nas refinarias de petróleo

+
SAIBA MAIS
06 mai 2021

O plano do rei do biodiesel

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO