HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
16 jan 2017 - 07:37
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Novos diretores da ANP tomam posse em cerimônia no Rio de Janeiro

A cerimônia de posse do diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, e do diretor Felipe Kury aconteceu no dia 12 de janeiro (quinta-feira), no Palácio Itamaraty, Centro do Rio de Janeiro.


O evento contou com a presença de cerca de 700 pessoas, incluindo o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, o secretário de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do MME, Márcio Félix, e o presidente da Petrobras, Pedro Parente, além dos atuais diretores da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Aurélio Amaral, José Gutman e Waldyr Barroso, ex-diretores da Agência, autoridades e representantes do mercado.


Décio Oddone ressaltou a importância de fortalecer a segurança e a estabilidade regulatória. 'Vamos ajudar a atrair investimentos, estimulando e facilitando a ação dos agentes econômicos, simplificando as normas, acelerando os trâmites e mantendo os canais de diálogo permanentemente abertos'.


O diretor-geral esclareceu que esse posicionamento não deve ser visto como sinal de 'afrouxamento das regras'. 'Ao mesmo tempo em que queremos estimular a atividade econômica, esperamos seriedade e respeito às regras por partes dos agentes regulados. A agência vai buscar facilitar, induzir e estimular bons comportamentos, mas não vai se furtar a aplicar sanções aos que faltarem com seus compromissos ou fraudarem as regras', completou.


Já o diretor Felipe Kury lembrou em seu discurso as mudanças pelas quais passa o setor atualmente. 'A indústria do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis no Brasil passa por um momento de grandes transformações na estrutura de mercado, que podem originar oportunidades extremamente relevantes, atraindo novos investimentos e contribuindo de forma significativa para a retomada do crescimento econômico'. Segundo ele, nesse contexto, 'é de extrema importância que o ato de regular atenda a padrões de consistência, previsibilidade e transparência, garantindo assim a segurança jurídica, equilíbrio e racionalidade econômica aos setores regulados'.


Os diretores, que haviam sido nomeados em dezembro, após passarem por sabatina no Senado Federal, assumem mandatos de quatro anos na ANP.


Fonte: Revista Fator Brasil 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19 mai 2022

Decreto cria mercado regulador de crédito de carbono no Brasil

+
SAIBA MAIS
19 mai 2022

ONU lança plano para impulsionar uso de energias renováveis

+
SAIBA MAIS
19 mai 2022

Por que engolimos o que a indústria petroleira e os ambientalistas nos dizem?

+
SAIBA MAIS
18 mai 2022

O biodiesel pode ajudar a combater as desigualdades de saúde em comunidades carentes de Justiça Ambiental

+
SAIBA MAIS
18 mai 2022

Dez países que estão recuando nas políticas para biocombustíveis

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO