HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
11 jan 2017 - 10:03
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Conheça os percentuais de mistura de biodiesel pelo mundo

No Brasil sabemos que a mistura obrigatória em vigor é o B7, ou seja, 7% de biodiesel. Mas e nos outros países? Vamos descobrir?! Além da União Europeia, os principais mandatos de mistura que conduzem a demanda global são os estabelecidos pelos EUA, a China, além do Brasil já mencionado no início do texto.

Mandatos nas Américas

Argentina

Em novembro de 2013, o governo aumentou a mistura de biodiesel obrigatória para 10% para ajudar a compensar uma queda nas exportações resultantes de direitos antidumping na Europa. Além de aumentar o uso, o governo também tem exigido termelétricas que funcionam a diesel para cumprir o mandato B10.

Brasil

Atualmente com mandato de 7%, a câmara dos deputados aprovou um Projeto de Lei, enviado para sanção presidencial, que determina:

I - 8% (oito por cento), até 12 (doze) meses após a data de promulgação desta lei;

II - 9% (nove por cento), até 24 (vinte e quatro) meses após a data de promulgação desta lei; e

III - 10% (dez por cento), até 36 (trinta e seis) meses após a data de promulgação desta lei.

Além de uma resolução aprovada pelo CNPE que facultada a adição e o uso voluntário de misturas com biodiesel, em quantidade superior ao percentual de sua adição obrigatória ao óleo diesel, fixado em lei específica, no transporte público, no transporte ferroviário, , em equipamentos e veículos destinados à extração mineral e à geração de energia elétrica, em tratores e demais aparelhos automotores destinados a puxar ou arrastar maquinaria agrícola ou a executar trabalhos agrícolas.

 

Canadá

O Canadá tem um 'Renewable Fuel Standard' com RD2 diesel renovável (biodiesel ou HVO).

Padrões de Combustíveis Renováveis, por província

Diferentemente do Brasil, o Canadá possui diferentes mandatos para as suas províncias (estados).

British Columbia (BC): 4 % de diesel renovável (RD). BC também tem um programa para diminuição de gases de efeito estufa em (10% de redução da intensidade de carbono até 2010 e mais 10% em 2020).

Alberta 2% RD.

Saskatchewan  2% RD

Manitoba 2% RD

Ontario 2% RD e previsão de RD3 (3% de biodiesel) em 2016, RD4 em 2017. Os requisitos são volume físico e redução da intensidade média de carbono. O biodiesel e HVO irão ajudar a promover os requisitos mínimos de redução de GEE, que vão de 30% em 2015 para 70% em 2017 e em diante.

 

Chile

Biodiesel B5, não há mandatos.

Costa Rica

Mandato de B20.

Equador

Mandato de B5 com estudos para B10.

Paraguai

No país o governo convocou um grupo de trabalho para estudar a forma de promover o uso do combustível. No momento, as empresas petrolíferas sequer alcançam o escasso 1% mandato de mistura.

Peru

Mandato de B2. Espera-se avançar para B5.

Uruguai

Tem uma política de biodiesel B2, mas não é obrigatório, e requer o uso de biodiesel nacional. Um plano está em andamento para desenvolver uma usina de biodiesel em Montevidéu. Esperava-se que a política B5 se tornasse obrigatória em 2015.

EUA

Os volumes de biodiesel crescerão de forma constante ao longo dos próximos anos, aumentando a cada ano para chegar a 2 bilhões de galões até 2017.

A RFS (Renewable Fuel Standard, em inglês), estabelecida pelo Congresso, exige que a EPA (Agência de Proteção Ambiental) defina os requisitos de volume anuais para quatro categorias de biocombustíveis. A regra final considerou mais de 670.000 comentários públicos, e contou com os dados mais precisos disponíveis. Os EUA utilizam diversos valores para mistura, não sendo mandatário em nenhum estado a utilização de uma mistura em específico. Contudo, em alguns estados chega-se ao uso de B20 em frotas de transporte público ou cativas.

Mandatos na UE

A UE tem atualmente uma diretiva de 5,75% de biodiesel, e estava programada para aumentar a 10% até 2020. Contudo, o Parlamento Europeu votou para limitar o consumo de etanol de primeira geração em 6% da demanda de combustíveis até 2020, em vez dos 10% inicialmente designado pela Diretiva Energias Renováveis.

A maior novidade de 2015 no mundo foi a decisão do governo italiano para criar um mandato de mistura de biocombustíveis no valor de 0,6% em 2018, o primeiro na Europa. Esse número irá aumentar para 1% em 2022.

Em dezembro de 2014 o corpo nacional de petróleo da França UFIP chegou a cogitar o aumento do mandato da mistura para 8%. Além de uma regulamentação de 30% mínimos para ônibus urbanos.

Em outubro de 2014, o Reino Unido, informou que a utilização de biocombustíveis nos transportes atingiu 4% do fornecimento de combustível e a partir de março de 2016, 1/3 da frota de transporte coletivo será abastecido com B20.

Na Alemanha a mistura é obrigatória no valor de 5%.

No resto da Europa

Noruega

O mandato atual é para biodiesel B3.5, com misturas de biodiesel B5 sendo geralmente o padrão. Contudo,  existem misturas B7 disponíveis no mercado.

 

Mandatos da Ásia-Pacífico

Austrália

O estado de Nova Gales do Sul tem um mandato de mistura de B2.

Na Austrália a mistura é de 0,5%.

China

No geral, o país pretende mudar para 10% o uso de biocombustíveis no país até 2020 (etanol e biodiesel).

Fiji

O governo aprovou em 2011 uma mistura voluntária de 5% de biodiesel.

Índia

Uma lei proposta em 2009 pretendia ter 20% de mistura de biocombustível até 2017, mas apenas o etanol tem um mandato específico, a 5%. Porém, o Governo da Índia emitiu propostas de compra de até 225 milhões de litros por ano de biodiesel como um passo importante para a implementação de uma política de mistura de biodiesel de 5%. O mercado de biodiesel total disponível na Índia a partir de uma mistura de 5% de biodiesel é de 1,25 bilhões de litros. A atual capacidade de produção de biodiesel na Índia é de cerca de 250 milhões de litros.

Indonésia

Mandato de 5% de biodiesel - caminhando firmemente para B10.

Malásia

Em utilização o B7 disponível na parte oriental do país em 336 postos de abastecimento. Enquanto isso, o Malaysian Palm Oil Board está realizando testes em misturas B10 e B20.

Em outros lugares, o país tem um mandato de mistura B5.

As filipinas

Tem um mandato de biodiesel B2. O governo tem apelado para investimentos adicionais na produção de biocombustíveis para atingir o B5. Não somente as exigências de mistura elevadas fortalecerão as indústrias do país, bem como reduzirão a poluição do ar e ajudará a economizar bilhões de pesos por causa da substituição de importações de petróleo.

Coreia do Sul

O governo decidiu aumentar a mistura de biodiesel para 2,5% em agosto de 2015. Os planos são para o mandato subir para 3% em 2018.

Taiwan

Mandato de B2.

Tailândia

Mandato de B7.

 

Mandatos da África e do Oceano Índico

África do Sul

Mandato de B5.

 

Fonte: BiofuelsDigest.com
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19 mai 2022

Decreto cria mercado regulador de crédito de carbono no Brasil

+
SAIBA MAIS
19 mai 2022

ONU lança plano para impulsionar uso de energias renováveis

+
SAIBA MAIS
19 mai 2022

Por que engolimos o que a indústria petroleira e os ambientalistas nos dizem?

+
SAIBA MAIS
18 mai 2022

O biodiesel pode ajudar a combater as desigualdades de saúde em comunidades carentes de Justiça Ambiental

+
SAIBA MAIS
18 mai 2022

Dez países que estão recuando nas políticas para biocombustíveis

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO