Potencialidades das oleaginosas para biodiesel serão apresentadas em Dia de Campo

A Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), juntamente com instituições parceiras realizam, nesta quinta-feira, 12, um dia de campo sobre “Culturas Oleaginosas com Potencial para Produção de Biodiesel”. O evento destinado a produtores, técnicos e alunos de escolas agrícolas ocorre, na Unidade Demonstrativa no Projeto de Assentamento Bom Jesus, km 296 da BR-010, Chácara Nossa Senhora Aparecida, município de Santa Rosa do Tocantins, região Sudeste do Estado.

A programação ocorrerá com palestra e apresentação do processo de cultivo em três estações. A palestra inicial, às 9h, é sobre o “Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel”. Em seguida inicia as atividades nas estações sobre as oleaginosas, algodão, amendoim, gergelim, soja e macaúba.

Segundo o engenheiro agrícola da Seagro, Wagner Palhares, o evento tem como objetivo mostrar as possibilidades de produção destas oleaginosas, principalmente para os pequenos e médios produtores.  “É mais uma alternativa de geração de renda para os agricultores familiares”, afirmou.

Sistema produtivo

O plantio das oleaginosas na Unidade Demonstra é cultivado no sistema consorciado, sendo a macaúba, alternada com as demais culturas, gergelim, algodão, soja e amendoim e ou cultivo solteiro tanto para a macaúba quanto para as demais oleaginosas.

O projeto é resultado de um convênio nº776968/2012 entre a Seagro e a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário da Casa Civil da Presidência da República (Sead).

São parceiros no evento, a Sead, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Unitins Agro, Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins) e Prefeitura Municipal de Santa Rosa do Tocantins.

Fonte: Seagro

Pontos de coleta são abertos para receber óleo de cozinha usado em Palmas

Material coletado será destinado para a fabricação de sabão ecológico. Quatro novos pontos de coleta foram abertos na Secretaria de Educação.

Quatro pontos de coleta de óleo residual de frituras foram abertos em Palmas nesta segunda-feira (19) na Secretaria do Estado da Educação (Seduc). A coleta será contínua e aberta à população. O óleo recolhido deve ser usado para fabricação de sabão e detergente ecológico.

“Com esta ação socioambiental contribuímos para a preservação dos nossos recursos hídricos e evitamos o lançamento de resíduos nas tubulações das redes de esgoto”, disse a técnica de educação ambiental da Seduc Roselice Ferreira.

O descarte do material não deve ser feito diretamente na natureza ou nas pias e vasos sanitários das casas. Isso porque um litro de óleo pode poluir até um milhão de litros de água, contaminando o solo e os mananciais de água.

Tonéis de 50 litros ficarão nos pontos de coleta, na sede e anexos da Seduc, e serão recolhidos sempre que estiverem cheios.

Além destes pontos, segundo a engenheira ambiental da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) Cinthia Barbosa Azevedo, o projeto também é desenvolvido desde o início do ano em outros locais. “Além da capital, Gurupi e Palmeirópolis também possuem pontos, uma parceria realizada com instituições nos municípios”, disse.

O material coletado será enviado para a Fazenda da Esperança Feminina, onde o produto é transformado em sabão ecológico.

Pontos de coleta:

  • Sede da Seduc – Esplanada das secretarias, na Praça dos Girassóis;
  • Anexo 1 da Seduc – 103 Sul, Rua SO 01, Lote 08;
  • Anexo 2 da Seduc – Avenida JK, 103 Norte, Conjunto 1, Lote 24;
  • Anexo 3 da Seduc – 103 Sul, Avenida LO 01, Edifício Jocélio Pinto.

Fonte: Globo.com

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721