HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
09 ago 2017 - 05:39
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Sarney Filho, parlamentares e lideranças tentam destravar RenovaBio

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, convocou nesta tarde de terça-feira, 8, um grupo de parlamentares e de representantes do setor sucroenergético para irem juntos à Casa Civil e tentar um encontro com o presidente Michel Temer para destravar o RenovaBio, programa de incentivo aos biocombustíveis no Brasil. Ao final do evento 'RenovaBio e a COP-23', realizado hoje na capital federal, o ministro disse que irá às 19h30 à Casa Civil, onde tramita a proposta de uma Medida Provisória (MP) sobre o programa. 'Tenho certeza que o presidente vai nos conceder de um a dois minutos.' Temer esteve em São Paulo já deixou a capital paulista e retorna a Brasília.

Além de Sarney Filho, políticos e lideranças do setor, participaram do evento os ministros Fernando Coelho Filho, das Minas e Energia, e Blairo Maggi, da Agricultura. Conforme noticiou a Coluna do Broadcast Agro, na sexta-feira (4), após mais de um ano de discussão e gestação nas Minas e Energia, com o aval de outras Pastas, o RenovaBio travou após passar pelo crivo dos ministérios da Fazenda e do Planejamento. A Fazenda pretendia criar um imposto de descarbonização, o que a pasta nega, e o Planejamento pediu mais tempo de discussão para a proposta.

'Isso está andando, está na discussão final, com a Casa Civil, Fazenda e Planejamento. Então, está saindo', disse ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, o ministro das Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. '(Pressão) faz parte do jogo. Fazenda e Planejamento sempre estão olhando o lado deles e, se não tiver briga, não tem graça', emendou o ministro, ao ser questionado sobre a pressão dos dois ministérios.

Já o ministro Blairo Maggi relatou em redes sociais, após o evento, que o Ministério da Agricultura está determinado sobre o assunto. 'Não há como falar em agricultura, produção de alimentos, sem falar em meio ambiente. Vamos ajudar a amenizar os problemas do nosso planeta', informou o ministro, se referindo ao fato de o RenovaBio ser considerado o projeto essencial para a redução nas emissões e cumprimento das metas da COP-21.

No entanto, o Broadcast apurou com fontes do governo que a ordem no Planalto é colocar o programa 'em banho-maria' e que dificilmente o RenovaBio será posto entre as propostas prioritárias do Executivo ao Congresso, mesmo diante da demanda do setor privado e de alguns ministros, como os três presentes no evento de hoje. Além da pressão dos ministérios da área econômica, o governo teme uma reação negativa da Câmara ao envio de mais uma MP ao Congresso, justamente quando tenta aprovar a reforma da Previdência, considerada prioridade pelo Executivo.

Fonte: Estadão Conteúdo
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05 jun 2020

MME abre consulta pública sobre metas de redução de emissões do RenovaBio

+
SAIBA MAIS
05 jun 2020

Queda na poluição inspira busca por soluções sustentáveis pós-pandemia

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

Como acelerar as grandes transições em prol do Desenvolvimento Sustentável na era pós-COVID?

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

Biocombustíveis: o futuro do Brasil

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

CNPE aprova medidas com vistas à retomada da economia pós-pandemia

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO