HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
06 mar 2020 - 09:20
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Qual será a direção dos preços do biodiesel no Brasil?

Nos mais recentes leilões de biodiesel, os preços vem se mantendo acima do patamar inédito de R$ 3 por litro, em um momento do aumento da demanda pelo biocombustível e pela soja no mercado internacional. E como programado, o país avança na elevação do percentual obrigatório, com o início da vigência do B12 (12%), reforçando as dúvidas sobre qual será a trajetória dos preços este ano.


Tendências para o mercado de biodiesel em 2020
Produtores de biodiesel devem adicionar 1,4 bilhão de litros capacidade de em 2020
Qual será a direção dos preços do biodiesel no Brasil?
Projeto de Jerônimo Goergen eleva adição de biodiesel para 20% em 2028
HVO desponta como tendência para produção de diesel renovável


A alta teve um personagem de peso, a China. O país asiático, praticamente, interrompeu a compra de soja dos Estados Unidos, em meio à guerra tarifária com a administração de Donald Trump, o que turbinou as importações de grãos do Brasil. A China foi o destino de quase 80% da safra brasileira de soja em 2019, principal matéria-prima do biocombustível.


O aquecimento da safra de soja 2019-2020, contudo, conta como um fator positivo para conter a escalada dos preços. A especialista em Inteligência de Mercado da INTL FCStone, Ana Luiza Lodi, entende que uma queda já no primeiro semestre é factível.


“O crescimento da oferta do grão para esmagamento resultará em uma maior disponibilidade de óleo de soja no mercado. Historicamente, nos meses de março, abril e, especialmente, maio é quando acontece mais esmagamento de soja. Sendo assim, a expectativa é que o preço do biodiesel fique abaixo de R$ 3 nos próximos meses”, explica.


A INTL FCStone antevê uma safra recorde, de 124,2 milhões de toneladas de soja em 2019-2020. Em outubro, o preço médio do litro ultrapassou pela primeira vez a casa dos R$ 3, negociado a R$ 3,075. De lá para cá, foram realizados mais dois leilões (L70 e L71), com o biodiesel negociado a R$ 3,012 e R$ 3,002, respectivamente. Os leilões são bimestrais e há mais quatro previstos para este ano.


O cenário, contudo, ainda é de incertezas. Os EUA e a China firmaram um acordo, ainda não detalhado, no qual Pequim promete comprar ao menos US$ 12,5 bilhões adicionais em produtos agrícolas dos americanos em 2020, com potencial efeito contrário na demanda por soja brasileira.


“Quanto ao segundo semestre, as dúvidas permanecem. É cedo para dizer como a China irá se comportar saindo da peste suína africana e o que ficou acertado no acordo com os EUA”, afirma Ana Luiza Lodi. A analista acredita que a soja brasileira continuará com espaço no mercado chinês.


A Flourish chart
O país asiático foi o epicentro da contaminação pelo novo coronavírus ao mesmo tempo em que teve que lidar com a peste suína africana, que atingiu a produção de porcos no país. O sucesso no controle das doenças – o número de novos casos de Covid-19 está em queda –, será o sinal para recuperação da atividade econômica interna na China e, neste cenário, o preço do biodiesel tende a subir.


“Acreditamos que nos próximos meses, o mercado interno chinês se normalizará voltando ao patamar de consumo pré-coronavírus, o que deverá sustentar o aumento da cotação da soja em Chicago”, afirma Erickson Oliveira, analista de mercado da consultoria Céleres.


O analista lembra que a desvalorização do real colabora para a exportação e a Céleres acredita que o câmbio deve permanecer acima do patamar de R$ 4,20 ao longo de 2020. Nesta quinta (5), o dólar fechou a R$ 4,65, a despeito de três operações de swap cambial, no valor equivalente a US$ 3 bilhões, promovidas pelo Banco Central.


Para Oliveira, esses fatores, combinados com o aumento da demanda interna por biodiesel, devem sustentar os preços do biocombustível acima de R$ 3, nos próximos leilões.


Leilões de biodiesel marcados por questionamentos 
Em anos recentes anos, várias empresas do segmento de biodiesel paralisaram suas atividades, em especial as de menor porte, que tiveram dificuldades em ofertar o biocombustível a preços competitivos nos leilões.


De acordo com a Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE), “as companhias verticalizadas se mantêm economicamente mais estáveis que as pequenas, não verticalizadas. Contudo, há um movimento no sentido de tornar obrigatória a aquisição de biodiesel produzido pelos pequenos produtores, o que possibilitaria a sua manutenção no mercado”. A EPE publicou nesta semana um nota técnica sobre o mercado de biodiesel.


Nesta quarta (4), o projeto protocolado pelo deputado federal Jerônimo Goergen (PP/RS), trata exatamente desta questão. Determina que o biodiesel voltado à adição obrigatória, necessariamente, deve ser fabricado a partir de matérias-primas nacionais, preferencialmente, produzidas por agricultores familiares.


Além de fixar, em lei, o calendário atual de adição de biodiesel, o deputado propõe a extensão da política para atingir o B20 até 2028.


A Flourish chart
Unidades de pequeno porte chegaram a pedir a impugnação do L71 – o 71º Leilão de Biodiesel promovido pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) –, mas desistiram.


As empresas Biopar Parecis, Bio Vida, Brejeiro, Prisma e Unibras entendiam que a portaria MME nº 311/2018, que define produtores de pequeno porte e garante prioridades de compra, estaria sendo descumpridas. Elas desistiram das ações e o L71 foi homologado.


Antes desse episódio, houve também a anulação de etapas comerciais do L70, por conta de um pedido da Aliança Biocombustíveis. A usina instalada em Rondonópolis (MT) ocupava a lanterna do mercado de biodiesel, com capacidade instalada para fabricar apenas 3,6 milhões de litros por ano, segundo informações do BiodieselBr.


Fonte: epbr

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
29 mai 2020

Bioenergia e bioeconomia: é preciso manter o rumo certo

+
SAIBA MAIS
28 mai 2020

Curso sobre mudanças climáticas online e gratuito é lançado pela ONU

+
SAIBA MAIS
28 mai 2020

Desafio de universalizar acesso une instituições públicas e privadas

+
SAIBA MAIS
28 mai 2020

Mercado Biocombustíveis de aviação 2020: Novo relatório sobre a situação atual e o crescimento esperado no futuro

+
SAIBA MAIS
28 mai 2020

União Europeia lança plano de recuperação econômica com incentivos verdes

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO