HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
08 abr 2022 - 15:51
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Setor se mobiliza e evita retrocesso Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB)

A Associação dos Produtores de Biocombustíveis do Brasil (APROBIO) participou ativamente da intensa mobilização do setor de biodiesel e toda a sua cadeia de produção. A semana termina com um registro da compreensão do governo federal de que as propostas que seriam deliberadas em reunião extraordinária do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) na quinta-feira (07/04) afetariam toda a cadeia produtiva dos biocombustíveis no país.


A intensa agenda para sensibilizar os impactos às cadeias produtivas incluiu um Café da Manhã na Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (FPBio), presidida pelo deputado federal Pedro Lupion. O tema também foi pauta de discussão em reunião-almoço na Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), presidida pelo deputado federal Sérgio Souza, com a presença do ministro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes e dos deputados Alceu Moreira, Aline Sleutjes, Arnaldo Jardim, Cláudio Cajado, Celso Maldaner, Domingos Sávio, Evair Vieira de Melo, Pedro Lupion, Vicentinho Junior e Zé Silva.


O setor levou informações qualificadas sobre os possíveis impactos para vários ministros que compõem o CNPE, como Bento Albuquerque (Minas e Energia), Ciro Nogueira (Casa Civil), o próprio Marcos Montes (Agricultura) e diversos parlamentares, como Onyx Lorenzoni (ex-ministro do Trabalho). Além da ABIOVE, a APROBIO e UBRABIO, esteve presente a União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária de Alagoas – Federação UNICAFES/AL, representada pelo seu presidente, Antonino Cardozo de Carvalho.


“Eram três pontos que vínhamos acompanhando com muita preocupação. O setor temia que, se fossem integralmente implementadas, essas mudanças poderiam causar uma quebradeira entre as usinas. Se fossem aprovadas, mais da metade do setor poderia fechar as portas”, alertou Lupion. O coordenador da Frente Parlamentar pela Valorização do Setor Sucroenergético, deputado federal Arnaldo Jardim, também alertou que “essas medidas afetarão, fatalmente, o cerne de um dos programas mais importantes do ponto de vista ambiental, social e econômico do Brasil, que é toda a cadeia produtora dos biocombustíveis”. O setor permanece mobilizado para evitar novos riscos e garantir a volta da mistura de biodiesel conforme prevista em lei.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
30 jun 2022

ANP aprova a realização de consulta e audiência públicas para adoção de medida preventiva em relação a estoques de diesel A S-10

+
SAIBA MAIS
30 jun 2022

ANP fará consulta e audiência públicas sobre inclusão de operação para emissão de CBIOs

+
SAIBA MAIS
29 jun 2022

BSBIOS e Embrapa desenvolverão cereais de inverno para produção de etanol

+
SAIBA MAIS
29 jun 2022

Fórum Nacional discute oportunidades para o Trigo

+
SAIBA MAIS
27 jun 2022

Biocombustíveis serão tema de debates no Fórum Nacional do Trigo

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO