HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
31 out 2017 - 05:04
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Por que a concentração de CO2 foi recorde em 2016, apesar da redução nas emissões

As concentrações de CO2 na atmosfera da Terra alcançaram recorde em 2016, segundo a Organização Mundial de Meteorologia (WMO, na sigla em inglês). O aumento no ano passado foi 50% maior do que a média dos últimos dez anos.


Pesquisadores dizem que a combinação entre o impacto de atividades humanas e os efeitos do El Niño elevou o dióxido de carbono para o maior nível em 800 mil anos.

Cientistas dizem que esse resultado ameaça tornar inatingíveis as metas globais de controle do aquecimento global. O Acordo de Paris, assinado por 195 países, assumiu o compromisso de manter o aumento da temperatura abaixo de 2°C.

O relatório deste ano da Organização Mundial de Meteorologia sobre concentração de CO2 é baseado em dados de 51 países. Estações de pesquisa pelo mundo medem as concentrações de gases do efeito estufa, incluindo dióxido de carbono, metano e óxido nitroso.

Continue lendo aqui.

Fonte: BBC Brasil
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05 jun 2020

MME abre consulta pública sobre metas de redução de emissões do RenovaBio

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

Como acelerar as grandes transições em prol do Desenvolvimento Sustentável na era pós-COVID?

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

Biocombustíveis: o futuro do Brasil

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

CNPE aprova medidas com vistas à retomada da economia pós-pandemia

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

APROBIO avalia que setor de biodiesel tem boa perspectiva de retomada no pós-pandemia

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO