HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
20 jul 2017 - 09:19
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Poluição piora na China durante primeira metade de 2017

Em média, 25,9% dos dias nos primeiros seis meses do ano não tiveram uma boa qualidade de ar nas principais cidades do país


Pequim - Os níveis de poluição nas cidades chinesas pioraram na primeira metade deste ano a respeito do mesmo período de 2016, devido principalmente à grave presença de nevoeiro em janeiro e fevereiro, segundo dados do Ministério de Proteção Ambiental da China divulgados hoje (20).

Em média, 25,9% dos dias nos primeiros seis meses do ano não tiveram uma boa qualidade de ar nas 338 principais cidades do país, 2,6 pontos percentuais mais que no mesmo período de 2016.

As temperaturas frias em janeiro e fevereiro, que fizeram disparar o uso de carvão para calefação, foram segundo o porta-voz do ministério, Liu Youbin, a principal razão deste aumento, que não pôde ser atenuado com a melhora da qualidade de ar entre abril e junho, quando aumentaram as inspeções contra empresas contaminantes.

Em Pequim, uma das capitais mais poluídas do mundo, apenas 55,3% dos dias da primeira metade de ano tiveram qualidade de ar 'bom', frente a 61,1% do primeiro semestre do ano passado.

Fonte: EFE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
02 jun 2020

Economia ambientalista para superar a crise causada pela COVID-19

+
SAIBA MAIS
02 jun 2020

Artigo: Combate à poluição será prioridade em saúde

+
SAIBA MAIS
29 mai 2020

Bioenergia e bioeconomia: é preciso manter o rumo certo

+
SAIBA MAIS
28 mai 2020

Curso sobre mudanças climáticas online e gratuito é lançado pela ONU

+
SAIBA MAIS
28 mai 2020

Desafio de universalizar acesso une instituições públicas e privadas

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO