HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
05 nov 2023 - 12:55
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Oferta de óleo de palma deverá ser reduzida em 2024, enquanto biodiesel impulsionará demanda

É provável que a produção global de óleo de palma caia no próximo ano devido ao impacto do padrão climático El Niño, enquanto a demanda dos setores de óleo comestível e energia deve crescer, sustentando os preços, disseram os principais analistas do setor nesta sexta-feira.


A expectativa é de que o clima quente e seco continue no início de 2024, piorando uma tendência constante de queda na produção de óleo de palma dos principais produtores, Indonésia e Malásia, nos últimos anos.


A produção global de óleo de palma, que representa uma grande parte do mercado de óleos comestíveis, deve crescer de 0,2 milhão a 0,3 milhão em 2023/24, a menor taxa em quatro anos, disse Thomas Mielke, diretor da Oil World, empresa de análise sediada em Hamburgo.


Isso ocorre em um momento em que a demanda global de óleo comestível deve crescer 5,6 milhões de toneladas na mesma temporada, disse ele aos participantes de uma conferência em Bali.


A oferta restrita significa que os preços do óleo de palma devem aumentar em pelo menos 100 dólares por tonelada nos próximos quatro a seis meses, disse Mielke.


Espera-se que os futuros de referência do óleo de palma na Bursa Malaysia sejam negociados entre 3.700 e 4.500 ringgit (952 dólares) por tonelada até junho, disse Dorab Mistry, diretor da empresa indiana de bens de consumo Godrej International, na conferência.


O contrato estava sendo negociado a cerca de 3.790 ringgit (802 dólares) nesta sexta-feira.


A produção de óleo de palma do maior produtor mundial, a Indonésia, deve cair pelo menos um milhão de toneladas no próximo ano, enquanto a produção da Malásia deve permanecer inalterada, disse Mistry.


IMPULSIONADO PELO BIODIESEL


Os centros de demanda, como a Índia, têm atualmente elevados estoques de óleo comestível, o que levou a uma queda nas importações de outubro. No entanto, analistas em Bali disseram que, no futuro, a demanda será impulsionada pelo setor de energia que busca óleo de palma para combustível renovável.


"O principal fator que afetará a formação de preços em 2024 é, eu o chamo de Big B, biocombustível", disse Mistry.


A Indonésia, o maior produtor mundial de óleo de palma, deverá ver seu consumo doméstico de óleo de palma para biodiesel exceder o consumo de alimentos pela primeira vez em 2023, informou a Associação de Óleo de Palma da Indonésia (GAPKI).


"Novamente, no próximo ano, o consumo para biodiesel excederá o consumo para alimentos", disse Joko Supriyono, funcionário sênior da GAPKI.


Este ano, a Indonésia aumentou a mistura obrigatória de biodiesel à base de óleo de palma no diesel para 35%, conhecido como B35, de 30% anteriormente.


O GAPKI espera que a produção da Indonésia de óleo de palma bruto e de óleo de semente da palma cresça cerca de 5% no próximo ano, mas que as exportações caiam 4%, devido ao maior consumo interno.


Enquanto isso, Mielke alertou que a tendência de declínio da produção de óleo de palma na Indonésia é "alarmante" e até agora não foi revertida.


"O replantio está atrasado, (e) a estrutura de idade está se deteriorando, o que é um grande desafio", disse ele, acrescentando que os plantadores enfrentam desafios para encontrar novas terras e, ao mesmo tempo, atender aos padrões de sustentabilidade.


A Indonésia lançou um programa de replantio subsidiado para pequenas fazendas em 2016, com o objetivo de replantar cerca de 2,5 milhões de hectares, mas o progresso tem sido lento.


Fonte: Investing | Reuters

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
12 abr 2024

ANP autoriza teste de uso de biodiesel 100% em frota marítima fluvial

+
SAIBA MAIS
12 abr 2024

Incentivo a 'combustíveis do futuro' será debatido na Comissão de InfraestruturaFonte: Agência Senado

+
SAIBA MAIS
12 abr 2024

Luciana Santos anuncia aporte de R$ 1 milhão para pesquisa da UFPE na área de biocombustível

+
SAIBA MAIS
11 abr 2024

Governo Lula e agro se aproximam por biocombustíveis

+
SAIBA MAIS
11 abr 2024

As idosas suíças que ganharam o 1º caso sobre mudanças climáticas na Justiça

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO