HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
02 fev 2021 - 11:30
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Oferta de CBIOs na B3 já equivale a 25% da meta das distribuidoras para 2021,diz Unica

Preço médio do crédito ficou entre R$ 30 e R$ 35,70 no mês de janeiro
Por Camila Souza Ramos, Valor — São Paulo

A quantidade de Créditos de Descarbonização (CBios) disponíveis para negociação na B3 alcançou 6,13 milhões no fim de janeiro, o equivalente a quase 25% da meta que as distribuidoras de combustíveis têm que cumprir para este ano, que é de 24,86 milhões. O montante foi calculado pela União das Indústrias de Cana-de-Açúcar (Unica) e resulta da soma do saldo disponível de 2020 com o volume que entrou no mercado no primeiro mês do ano.


Uma parte dos CBios disponíveis já estava sendo ofertada desde o ano passado. Dos mais de 18,58 milhões de CBios disponibilizados pelos produtores de biocombustíveis 
na B3 ao longo de 2020, as distribuidoras compraram 14,61 milhões, resultando em um saldo disponível para negociação para 2021 de 3,97 milhões de títulos. E, ao longo
de janeiro, mais 2,16 milhões de CBios entraram na B3.


Do lado da demanda, a B3 registrou a compra de 744,70 mil créditos pelos distribuidores em janeiro. Como na passagem do ano o setor já tinha 260 mil títulos em mãos (não aposentados), a quantidade de CBios com essas empresas somava 1 milhão no fim de janeiro.


Segundo a Unica, a quantidade adquirida pelos distribuidores no mês passado equivale a 35% da média mensal necessária para cumprimento das exigências da legislação vigente, caso optassem por uma distribuição linear do volume total a ser comprado. Ainda em janeiro, as partes não obrigadas (que podem participar do mercado para cumprir com metas voluntárias de emissões, por exemplo) reduziram sua posição em 137 créditos e compraram outros 25,88 mil títulos.


Ao longo de janeiro, o preço médio do crédito ficou entre R$ 30 e R$ 35,70. De acordo com os dados preliminares publicados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), de 1° a 24 de janeiro, foi registrada a emissão de lastro para 1,96 milhão de CBios (soma dos CBios escriturados e dos pré-CBios das notas fiscais já validadas).


“O ritmo de oferta de CBios neste início do ano confirma o comprometimento dos produtores com o bom funcionamento do RenovaBio e o cumprimento da meta de descarbonização. Até o momento, observamos que a compra por outros agentes do mercado tem pouco efeito na disponibilidade de títulos”, disse Antonio de Padua Rodrigues, diretor técnico da Unica, em nota.


“Vale ressaltar que quanto menos combustível fóssil a distribuidora comercializar, menor é o número de CBios que terá que comprar no futuro para compensar a emissão de gases de efeito estufa”, acrescentou.


Fonte: Valor

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
26 fev 2021

78º Leilão de Biodiesel da ANP negocia 1,31 bilhão de litros

+
SAIBA MAIS
25 fev 2021

ANP retoma RenovaBio Itinerante

+
SAIBA MAIS
25 fev 2021

Produção de grãos deve chegar a 268,3 milhões de toneladas

+
SAIBA MAIS
19 fev 2021

Carbono deve ser nova commodity global

+
SAIBA MAIS
19 fev 2021

Faturamento do agro pode chegar a recorde de R$ 1,142 trilhão em 2021, diz associação do setor

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO