HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
10 nov 2021 - 09:23
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

MME e EPE divulgam estudo sobre oferta de biocombustíveis

Segundo projeção, oferta de etanol deve chegar a 46 bilhões de litros em 2031


A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), divulgou, nesta segunda-feira (8/11), estudo sobre oferta e demanda de biocombustíveis. O mais recente caderno do Plano Decenal de Expansão de Energia 2031 (PDE 2031) apresenta projeções que consideram os sinais positivos advindos do estabelecimento da Política Nacional dos Biocombustíveis (RenovaBio) e também desdobramentos decorrentes da pandemia da covid-19, cujos impactos deverão ser observados com mais intensidade no curto prazo.


As projeções da oferta de etanol alcançam 46 bilhões de litros em 2031, considerando a cana-de-açúcar (primeira e segunda geração) e o milho. A demanda de etanol carburante atinge 43 bilhões de litros, sendo que o balanço associado se apresenta como positivo em todo o período decenal.


Sobre o potencial técnico de exportação de eletricidade proveniente do bagaço de cana-de-açúcar, o estudo indica um patamar de 6,2 GW médio no final do horizonte, podendo ser ampliado com a consideração de palhas e pontas.


Em relação ao biodiesel, as projeções consideram o percentual de adição ao diesel B conforme estabelecido pela legislação vigente. A demanda alcança 11,5 bilhões de litros até 2031 e o óleo de soja mantém-se como a principal matéria-prima. A soma das capacidades produtivas e demandas regionais evidencia um balanço também positivo em todo horizonte de estudo.


Para outros biocombustíveis, destaca-se o potencial de biogás, que alcança 6,5 bilhões de Nm³ em 2031. Para o bioquerosene de aviação, estima-se produção consorciada com diesel verde (HVO), BioNafta e BioGLP, para atendimento às metas estabelecidas no período.


Acesse o caderno de Oferta de Biocombustíveis do PDE 2031.


Fonte: MME

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
06 dez 2021

ESG: Emissão de gases, crédito de carbono e padronização de informações devem ser centro das atenções em 2022

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

ABPA PREVÊ MENOR OFERTA DE FARELO DE SOJA E ALTA DE PREÇOS COM DECISÃO SOBRE BIODIESEL

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

Indústria de biodiesel e soja do Brasil crê em reversão de mistura menor

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

Biocombustíveis estão caminhando para a ‘comodotização’ com plataforma de negociação

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

Aprobio critica CNPE após redução de mistura obrigatória de biodiesel

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO