HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
25 fev 2022 - 10:18
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Evento Onda Bio celebra aprovação de convênio de ICMS em Goiânia envolvendo o biodiesel

Evento Onda Bio celebra aprovação de convênio de ICMS em Goiânia envolvendo o biodiesel
Presidente do Conselho da Caramuru Alimentos, vice-presidente do Conselho de Administração da APROBIO e ex-presidente de Adial, Alberto Borges.

A Associação Pró-Desenvolvimento Industrial do Estado de Goiás (Adial) realizou na noite desta quinta-feira (24/2) o evento Onda Bio, que reuniu empresários do setor do biodiesel, representantes do Governo do Estado de Goiás e entidades da indústria para celebrar a aprovação do Convênio ICMS 206/21. A solenidade ocorreu no terraço do Edifício Rizzo Plaza, no Setor Sul, em Goiânia. Prestigiaram o evento prefeitos das cidades goianas que abrigam usinas de biodiesel, líderes da categoria, representantes da indústria, assim como o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o secretário da Indústria, Comércio e Serviços de Goiás, Joel de Sant’Anna Braga Filho, e a secretária de Economia de Goiás, Cristiane Schmidt.

O acordo celebrado trouxe solução para a questão tributária do novo modelo de comercialização do biodiesel no Brasil, com o protagonismo do Governo de Goiás, representando pela Secretaria Estadual da Economia, na elaboração e apresentação do sistema de incidência de ICMS, aprovado e normatizado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). Para chegar à aprovação do convênio, houve esforço cooperativo com articulação de empresários goianos do setor, representados pela Adial, e das associações nacionais de biodiesel: Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), Associação dos Produtores de Biocombustíveis do Brasil (Aprobio), União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio).


“Essa conquista não tem um significado único. Estamos falando de uma inteligência tributária que vai nos permitir atingir a sustentabilidade, atendendo as necessidades econômicas, o social e o ambiental. É extremamente importante”, pontua o presidente da Adial, José Garrote.


 “A equipe da Secretaria de Economia conseguiu algo único Estado, que foi resolver o problema do biodiesel no País. Os representantes de associações do Brasil todo vieram aqui reconhecer e aplaudir essa iniciativa nossa”, afirma Ronaldo Caiado.


“Não existe desenvolvimento sem os empresários”, resume o governador. “Precisamos enfrentar o populismo e a forma de fazer isso é levar o desenvolvimento para a nação. A transferência de renda é necessária, mas com um objetivo claro: que venha produzir no futuro aquilo que venha impedir o ciclo da pobreza”, completa.


Um dos idealizadores do projeto foi o presidente da Caramuru Alimentos e ex-presidente de Adial, Alberto Borges. Ele destacou a preocupação do impacto social do acordo, pois afirma que as condições anteriores iriam inviabilizar a permanência das usinas de biodiesel no Estado. “Ficamos numa situação sem saída, que levaria diversas indústrias a descontinuar a operação. As sete usinas que de biodiesel que temos em Goiás estão entre as principais empregadoras nas cidades onde estão instaladas. Isso geraria uma dificuldade muito grande para os municípios e os colaboradores”, conta. “Pedimos apoio ao governador e à secretária de Economia que entenderam a repercussão. Tendo este apoio, construímos uma solução técnica para propor a nível nacional novas alternativas, que conseguiu convencer sua viabilidade aos outros Estados, e essa alternativa foi criada em Goiás”, destaca.

“Para a economia de Goiás, esta conquista é muito importante, pois permitiu manter este emprego e renda, principalmente agora depois da pandemia, quando realmente precisamos segurar estes empregos e melhorar a renda da população”, acrescenta a secretária Cristiane Schmidt. “Desde fevereiro de 2021, nós, de mãos dadas com este setor, trabalhamos em conjunto por uma solução. Goiás foi protagonista porque se propôs a buscar uma alternativa a nível nacional. Fizemos nosso dever de casa, junto com as associações, até felizmente sair nosso convênio”, finaliza.


“A iniciativa privada sempre procurou agregar ao Estado, estar junto, no que traz desenvolvimento e na geração de emprego, que é o melhor programa social que existe”, salienta o empresário Otávio Lage de Siqueira Filho, ex-presidente da Adial. Ele também destacou que a ação encoraja o desenvolvimento do setor no Estado, fato com que o secretário Joel Sant’Anna concorda: “A importância da Onda Bio é a geração de emprego, principalmente na minha pista, num momento desse de retomada. Esta conquista não apenas não vai romper com a cadeia produtiva como vai estimular o mercado goiano, pois mostra que Goiás está de braços dados com o setor produtivo”.


Fonte: A Redação

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
18 ago 2022

Método disponibiliza dados de pegada de carbono em nível municipal

+
SAIBA MAIS
16 ago 2022

Estados Unidos na vanguarda da crise climática novamente

+
SAIBA MAIS
12 ago 2022

Congresso Nacional será decisivo para Brasil retomar expansão dos biocombustíveis, diz FPBio

+
SAIBA MAIS
12 ago 2022

Biocombustível é opção para diminuir dependência do petróleo

+
SAIBA MAIS
10 ago 2022

Dia Internacional do Biodiesel: como o sustentável biocombustível é produzido

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO