HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
11 mai 2021 - 09:00
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Energias renováveis cresceram a seu maior ritmo em 20 anos (AIE)

As energias renováveis registraram em 2020 seu maior crescimento em duas décadas, impulsionadas pela China e pela energia eólica, um índice que será "normal" nos próximos anos - indica um relatório da Agência Internacional de Energia (AIE) nesta terça-feira (11).


Cerca de 280 gigawatts (GW) a mais de capacidade de produção de energia renovável foram criados em 2020, 45% a mais do que em 2019, informou a AIE.


Isso equivale à capacidade total dos dez países do Sudeste Asiático da Asean.


A maior progressão anual desde 1999 se vê impulsionada pelo aumento de 114 GW das capacidades de energia eólica, um aumento quase duas vezes maior do que o de 2019 (+ 90%), e pela China.


Esta última representou metade do crescimento da capacidade renovável mundial do ano passado, após uma corrida para concluir os projetos antes do fim planejado dos subsídios do governo.


"No ano passado, o aumento da capacidade de [energias] renováveis foi responsável por 90% do crescimento global no setor de geração de energia", disse o diretor-executivo da AIE, Fatih Birol, em um comunicado.


Birol estimulou os governos a continuarem com esta "dinâmica encorajadora".


"Um desenvolvimento massivo de eletricidade limpa é essencial para dar ao mundo a oportunidade de atingir suas metas de zero [emissões de CO2] líquido", insistiu.


A AIE também prevê um aumento das emissões de CO2 em 2021, "devido a um aumento paralelo do uso do carvão".


O ritmo de crescimento registrado em 2020 "se tornará a 'nova norma', com cerca de 270 GW de capacidade renovável acrescidos em 2021, e quase 280 GW, em 2022, apesar da desaceleração da China", afirma a agência.


A expectativa é que o crescimento da energia eólica vá se desacelerar um pouco em 2021 e em 2022, enquanto a energia solar "continuará a bater recordes", com uma capacidade adicional chegando a mais de 160 GW em 2022. Com estes números, consolidará sua posição como o "novo rei" dos mercados elétricos mundiais, informa a AIE.


O ressurgimento da pandemia da covid-19 cria incertezas para 2021 na Índia, de acordo com a agência, enquanto nos Estados Unidos o crescimento da capacidade renovável pode se acelerar se o plano de investimento maciço do presidente Joe Biden em infraestrutura se concretizar.


Fonte: UOL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
18 jun 2021

ANP aprova que terminais aquaviários adicionem biodiesel ao diesel A

+
SAIBA MAIS
17 jun 2021

Francisco Turra, ex-ministro da Agricultura, é eleito presidente do Conselho de Administração da APROBIO

+
SAIBA MAIS
16 jun 2021

Estudo vê espaço aberto para os biocombustíveis

+
SAIBA MAIS
16 jun 2021

Inovações tornam a aviação mais sustentável

+
SAIBA MAIS
16 jun 2021

Biden deve propor metas modestas para biocombustíveis, diz agência

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO