HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
18 out 2021 - 16:32
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Comissão de Agricultura busca entendimento entre produtores e a indústria

Deputados buscam consenso entre a indústria e o agronegócio quanto a produção sustentável e a redução dos gases causadores do efeito estufa


Deputados buscam consenso entre a indústria e o agronegócio quanto a produção sustentável e a redução dos gases causadores do efeito estufa. Os integrantes da Comissão de Agricultura na Câmara dos Deputados analisam os benefícios do RenovaBio, que é o estabelecimento de metas nacionais anuais de descarbonização para o setor de combustíveis, de forma a incentivar o aumento da produção e da participação de biocombustíveis na matriz energética de transportes do país.


O relator da matéria, deputado José Mário Schreiner (DEM-GO), busca um entendimento entre os produtores rurais e os industriais. Para o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, este programa de um combustível renovável é uma saída para o mundo, não só para o Brasil. “O RenovaBio é umas das principais alternativas que o Brasil e o mundo têm para tornar viável e a descarbonização e os créditos de carbono para diversos setores. O setor sucroenergético saiu na frente e criou um programa junto com o Poder Legislativo e o Poder Executivo, programa esse que é exemplo para o mundo, assim como o Etanol brasileiro.


Um combustível renovável, que fixa carbono, que polui muito pouco. Uma grande alternativa aos combustíveis fósseis, e no caso dos brasileiros e de muitos outros países, como a Índia, a Austrália”. Ricardo Salles afirma que as fontes de combustíveis renováveis, como são propostas pelo o RenovaBio, são muito melhores e mais seguras do que algumas fontes utilizadas nos dias de hoje para o transporte em todo país.


“É uma alternativa, inclusive muito melhor que o carro elétrico puro. Então, faz todo sentido que haja um compartilhamento em toda cadeia produtiva, desde o fornecedor de cana, passando pela usina, distribuidores, para um alinhamento de toda cadeia sucroenergética para que os CBIOs e o RenovaBio. E esse do etanol seja cada vez mais reconhecido nacional e internacionalmente”. O RenovaBio, que amplia os beneficiários dos créditos de descarbonização, tramita em caráter conclusivo nas comissões da Câmara, sem necessidade de votação em Plenário.


Fonte: Diário da Amazônia

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
06 dez 2021

ESG: Emissão de gases, crédito de carbono e padronização de informações devem ser centro das atenções em 2022

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

ABPA PREVÊ MENOR OFERTA DE FARELO DE SOJA E ALTA DE PREÇOS COM DECISÃO SOBRE BIODIESEL

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

Indústria de biodiesel e soja do Brasil crê em reversão de mistura menor

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

Biocombustíveis estão caminhando para a ‘comodotização’ com plataforma de negociação

+
SAIBA MAIS
02 dez 2021

Aprobio critica CNPE após redução de mistura obrigatória de biodiesel

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO