HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
22 jun 2021 - 09:47
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Carro diesel: você ainda pode ter um – Entenda o caso

Multijet, BlueHDI, TDI e dCi são siglas muito populares no exterior, especialmente na Europa, que designam carros abastecidos com diesel, os famosos “queimadores de óleo”.


No Brasil, apenas SUVs com tração nas quatro rodas, picapes com capacidade para 1 tonelada e caminhões leves podem ser movidos por motores de ciclo diesel, mas os automóveis comuns estão proibidos desde 1976.


Ainda que tenham passado 45 anos, a discussão sobre a volta do carro diesel continua. No congresso, o assunto já parecia morto e enterrado, especialmente com a eletrificação e o fim dos motores a combustão sendo observada em alguns projetos de lei.


Contudo, a Comissão de Minas e Energia (CME) da Câmara dos Deputados, autorizou uma audiência a pedido do deputado federal Paulo Ganime (NOVO/RJ), para discutir o assunto.
Em justificativa, Ganime declarou: “A eficiência dos motores diesel chega a ser 30% maior do que o motor equivalente movido à gasolina, ou até 60% a mais do que o etanol. A energia do combustível no ciclo Diesel é melhor aproveitada do que no ciclo Otto (gasolina e etanol)”.
Ainda assim, o diesel é mais poluente que a gasolina e ainda existem as emissões de NOx (óxidos de nitrogênio), monóxido de carbono (CO) e NMHC (hidrocarbonetos não metano), por exemplo.


O NOx foi o determinante para o escândalo do Dieselgate e forçou os fabricantes a adicionarem novos filtros e tecnologias para reduzir essa emissão.


Para Ganime, essas alterações tornaram os motores diesel mais limpos e citou o biodiesel como uma adição importante ao derivado de petróleo. De qualquer forma, ainda há um longo caminho para que a pauta alcance a condição de lei.


Outro ponto é que, ainda que os carros diesel sejam liberados, nem todos os fabricantes abraçarão a ideia, especialmente a Volkswagen, que ainda tenta limpar sua imagem diante do escândalo.


Além disso, os carros diesel são naturalmente mais caros e seu custo subiu muito com pandemia e a crise de chips, mas também devido à pressão ambiental, que praticamente está eliminando alguns segmentos, como os de carros subcompactos.


Fonte: Notícias Automotivas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
30 jul 2021

Produtor de biodiesel quer revisão de normas

+
SAIBA MAIS
30 jul 2021

APROBIO alerta sobre fake news relacionadas à mistura de biodiesel

+
SAIBA MAIS
29 jul 2021

Hidrogênio verde pode ter mercado de US$ 2,5 trilhões

+
SAIBA MAIS
28 jul 2021

Relatório aponta os desafios para um mundo net zero até 2050

+
SAIBA MAIS
27 jul 2021

Ministro Bento Albuquerque participa da reunião Ministerial Conjunta sobre Clima e Energia do G20

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO