HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
26 out 2023 - 14:22
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Caramuru inaugura fábrica de processamento de soja em Goiás

A Caramuru, uma das maiores processadoras de grãos de capital nacional, inaugurou nesta quinta-feira (26/10) sua nova unidade de processamento de Proteína de Soja Concentrada (SPC), em Itumbiara (GO). É a primeira do segmento no Estado e consumiu R$ 250 milhões de investimento.


A nova planta, que terá capacidade de processar 90 mil toneladas por ano, integrará o complexo industrial da Caramuru no Estado de Goiás, onde a empresa tem uma unidade de biodiesel.

O processo de moagem do SPC tem como matéria-prima o farelo de soja Hipro, com – índice proteico de 48%. Segundo a Caramuru, além de ser um produto ambientalmente correto, gera como subproduto o melaço de soja, que pode ser usado na produção de biodiesel e ração.


“Essa planta traz muita inovação, um empreendimento que processa produtos de soja de maior valor agregado, tornando competitiva a industrialização em Goiás, que passará a ter a sua primeira indústria do gênero”, diz Júlio Costa, presidente da Caramuru.


O Farelo SPC é uma tendência de substituição das fontes de proteína para a aquicultura, sendo que cada vez mais a farinha de peixe dá espaço para alternativas ambientalmente e socialmente mais vantajosas. O SPC também é utilizado na suinocultura, avicultura, equinocultura, bovinocultura e na alimentação humana.

A nova planta industrial é inédita em Goiás, mas a Caramuru tem uma operação semelhante em Sorriso, Mato Grosso.

“Quando a fábrica estiver em plena capacidade produtiva, será possível triplicarmos o número de empregos indiretos”, diz Júlio Costa. Diretamente, serão criados 1,1 mil empregos.

“A Caramuru enxerga no processamento do grão de soja diversos benefícios econômicos e sociais para o Brasil, tornando competitivo o setor”, completou.

A Caramuru é a sexta maior empresa do país em processamento de soja (com capacidade anual para processar 2 milhões de toneladas), a segunda maior em processamento de milho (com capacidade anual de processamento de 470 mil toneladas) e o sexto maior player de biodiesel (com capacidade de refinar 230 mil toneladas de óleos de soja, milho, girassol e canola e produção superior a 550 milhões de litros por ano).

A Caramuru possui suas 3 usinas certificadas para emissão de CBIOs dentro do programa Renovabio.


Fonte: Globo Rural

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
29 mai 2024

Fórum Nordeste: evento discutirá sustentabilidade e transição energética no Brasil

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Maioria das emissões de CO2 nas mineradoras vêm de máquinas a diesel

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Empresas criam metas para reduzir emissões, mas só 47% das grandes companhias fixaram prazo para carbono zero

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Títulos verdes ganham espaço mas Brasil ainda é o terceiro emissor desses papéis na América Latina

+
SAIBA MAIS
29 mai 2024

Brasil precisa de R$ 249 bilhões anuais para infraestrutura sustentar a transição energética, aponta BNDES

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO