HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
18 mar 2024 - 15:43
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Brasil pode ser exemplo de transição energética, diz Dinamarca

Parlamentares que integram a Comissão de Clima, Energia e Serviços Públicos da Dinamarca realizaram uma viagem ao Brasil para conhecer detalhes sobre a matriz energética brasileira e a geração de energia verde no país. A delegação de 7 parlamentares visitou Rio de Janeiro, Brasília e Fortaleza.


Em entrevista ao Poder360, Steffen W. Frølun afirmou que o Brasil pode ser um exemplo de transição energética para outros países em desenvolvimento. “O mais importante é que países de renda média como o Brasil comecem a dar passos reais para a transição de toda a sociedade […]. Este é um passo muito importante para outros países verem o Brasil como um exemplo”, afirmou o parlamentar.


“Não é um conflito de Norte contra Sul ou países desenvolvidos contra países em desenvolvimento. Posso ver o Brasil tendo um papel importante nesse processo”, disse Frølun. 


A Dinamarca é uma das pioneiras na implementação de uma transição para a energia verde em todos os setores e pretende se tornar independente de combustíveis fósseis até 2050. Atualmente, cerca de 70% da matriz energética dinamarquesa é composta por fontes renováveis. No Brasil, são 45%.


Os governos do Brasil e da Dinamarca possuem uma parceria para impulsionar a transição energética brasileira a fim de reduzir o uso de combustíveis fósseis. Desde 2021, parlamentares dinamarqueses e congressistas brasileiros realizam intercâmbios sobre o assunto. Esta é a 1ª vez que uma delegação da Dinamarca voltada para o tema vem ao Brasil. 


“Como temos 50 anos de experiência, tivemos uma vantagem inicial. Não estamos dizendo que os brasileiros não podem fazer isso, claro que podem, mas podemos ensiná-los e mostrar o que aprendemos para que seja mais rápido passar pelo que já passamos”, declarou Frølun. 


A COP30, que será realizada em Belém em 2025, também foi um tema abordado. Segundo Linea Søgaard-Lidell, a Dinamarca espera dialogar com o Brasil até a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas e quando assumir a presidência da União Europeia, também no próximo ano. 


“A cooperação, a colaboração e o trabalho conjunto com o Brasil são a nossa prioridade absoluta quando olhamos para as emissões de carbono e para mantermos este vínculo estreito entre os nossos países, porque isso pode realmente mudar o mundo” afirmou o parlamentar Theis Kylling Hommeltoft. 


Os legisladores também destacaram as oportunidades econômicas que a transição energética pode trazer ao país. Hoje, mais de 75.000 pessoas na Dinamarca têm “empregos verdes”. O governo planeja aumentar para 300 mil postos de trabalho voltados à energia renovável até 2030. 


“A nossa experiência mostra que existe uma grande oportunidade na transição verde em termos de crescimento, criação de emprego e riqueza para as comunidades locais”, afirmou Søgaard-Lidell. 


 


Fonte: Poder 360

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
16 abr 2024

Previsibilidade e segurança jurídica: APROBIO destaca importância do PL Combustível do Futuro em audiência no Senado

+
SAIBA MAIS
16 abr 2024

Planeta bate novo recorde de calor e especialistas explicam preocupação

+
SAIBA MAIS
16 abr 2024

Aquecimento global vai parar na Justiça: crescem casos de litigância climática contra desmatadores

+
SAIBA MAIS
16 abr 2024

Deputado diz que Petrobras tenta “pegar carona” no Combustível do Futuro

+
SAIBA MAIS
15 abr 2024

Combustível do Futuro terá investimentos de R$ 200 bi, diz Alceu Moreira

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO