HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
10 ago 2021 - 16:19
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Biodiesel é importante para o desenvolvimento do agronegócio - Artigo de Roberto Rodrigues

Biodiesel é importante para o desenvolvimento do agronegócio - Artigo de Roberto Rodrigues
Roberto Rodrigues, Coordenador do Centro de Agronegócio da FGV

Em torno do biodiesel organizou-se uma poderosa cadeia produtiva composta por produtores rurais de muitas atividades, com grande ênfase para a soja como principal matéria-prima, embora outras sejam importantes, como o sebo bovino, a mamona, a palma (ou dendê).


Artigo de Roberto Rodrigues, Coordenador do Centro de Agronegócio da FGV


Em janeiro de 2005 foi promulgada a Lei 11.097/05 que introduziu o biodiesel na matriz energética brasileira. Desde então, este extraordinário biocombustível tem sido um fator muito importante para o desenvolvimento sustentável do agronegócio em nosso país.


Em torno do biodiesel organizou-se uma poderosa cadeia produtiva composta por produtores rurais de muitas atividades, com grande ênfase para a soja como principal matéria-prima, embora outras sejam importantes, como o sebo bovino, a mamona, a palma (ou dendê).


Indústrias de equipamentos e de insumos químicos, empresas extratoras de óleo vegetal, institutos de pesquisa e inovação tecnológica, extensionistas, fornecedores de materiais, comerciantes e até áreas governamentais se movimentam em torno desse item que hoje é misturado ao diesel na proporção de 10%. Esta cadeia produtiva já emprega mais de um milhão e meio de pessoas em 50 unidades industriais localizadas em 43 municípios de 14 estados! Já foram investidos 9 bilhões de reais nessa atividade fabril. A capacidade instalada cresceu 96% só de 2010 a 2020.


Além de representar uma excelente alternativa comercial aos produtores rurais, o biodiesel traz vantagens à cadeia produtiva de proteínas animais, visto representar um mercado importante ao óleo produzido quando a soja é processada para a produção do farelo, componente valioso na formulação de rações de qualidade para a produção de carnes, leite e ovos.


Além dessas características positivas para o agronegócio em si, o biodiesel tem um componente de caráter estratégico muito importante para o Brasil. O governo brasileiro assumiu junto aos países signatários do Acordo do Clima, um compromisso voluntário para reduzir em 43% as emissões de gases de efeito estufa até 2030, com base nas emissões de 2005, e o biodiesel terá papel central nele, visto que reduz em 80% as emissões do óleo diesel.


Há outros números expressivos: de 2008 a 2020, deixamos de importar 47 bilhões de litros de diesel fóssil, uma economia de mais de 30 bilhões de dólares. Só no ano passado, o Brasil importou 11,8 bilhões de litros de diesel no valor de 4 bilhões de dólares. Foram consumidos no país inteiro 57,5 bilhões de litros desse derivado do petróleo; no entanto, foram produzidos aqui 6,4 bilhões de litros de biodiesel, de modo que não foi preciso importar esse volume adicional: uma economia próxima de 2 bilhões de dólares em um único ano.


Com tudo isso, está de parabéns este importante segmento do nosso agronegócio. E de parabéns está também a APROBIO - Associação dos Produtores de Biocombustíveis do Brasil, que neste ano completa sua primeira década de bons serviços prestados ao nosso país. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
17 jan 2022

Enquanto Brasil reduz, consumo de biocombustível no mundo crescerá 8%

+
SAIBA MAIS
17 jan 2022

Monitoramento do comércio de combustível de aviação ajuda no combate ao crime ambiental

+
SAIBA MAIS
14 jan 2022

Como o novo modelo de comércio de biodiesel do Brasil se comportou em sua estreia

+
SAIBA MAIS
13 jan 2022

Com ciência e tecnologia, agro brasileiro avança na redução dos impactos ambientais

+
SAIBA MAIS
13 jan 2022

Biocombustíveis proporcionariam recorde ainda maior na safra de soja, diz setor

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO