HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
07 jul 2023 - 09:58
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Ataques ao biodiesel não têm fundamento

Artigo de Alceu Moreira, Deputado federal (MDB-RS) e presidente da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel (FPBio)


Com a decisão do governo federal de aumentar a mistura do biodiesel ao óleo diesel de 10% para 12% em abril, os ataques a esse biocombustível se intensificaram. Para justificar tais críticas, são feitas afirmações equivocadas, que representam uma manobra para enganar consumidores e prejudicar a expansão do biodiesel na matriz energética.


Alegações infundadas sugerem que o biodiesel aumenta o consumo dos veículos e as emissões. Ora, ele é um dos combustíveis que menos emitem fuligem e poluentes nocivos à saúde, reduzindo drasticamente o lançamento de gases na atmosfera quando comparado às combustões fósseis. E não há evidências de que aumente o consumo de combustível.
É fundamental para o setor assegurar a sua competitividade em nível mundial
 
Também afirma-se que o biodiesel causa problemas aos motores, sem qualquer comprovação. Na condição de presidente da Frente Parlamentar Mista do Biodiesel no Congresso Nacional (FPBio), o setor tem o maior interesse de ser transparente em relação à sua produção e, por isso, já existem um projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados e um programa sendo desenvolvido pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis para garantir a rastreabilidade do diesel de petróleo, do biodiesel e da mistura de ambos em toda a cadeia de comercialização.


Convém atentar para os benefícios econômicos e sociais que o biodiesel proporciona, indo muito além de uma questão ambiental. Sua fabricação agrega valor à cadeia da soja e contribui para reduzir o custo da produção de proteína animal, ao provocar o aumento da oferta de farelo para a ração – o que se reflete na redução do preço da carne para consumo e exportação.


Os Estados Unidos já praticam 20% da mistura. A Indonésia, por sua vez, está em programa de testes para chegar aos 40%. A FPBio não medirá esforços, com a ajuda dos principais especialistas no tema, para que o biodiesel tenha as suas diretrizes respeitadas e amparadas por uma política pública reformulada, capaz de garantir segurança jurídica e previsibilidade, longe de qualquer falácia ou declaração mal-intencionada.


Fonte: GZH

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
14 jun 2024

Comissão de Transições Energéticas afirma que os países podem triplicar a ambição climática até a COP30

+
SAIBA MAIS
14 jun 2024

Empresas brasileiras se instalam nos EUA para aproveitar incentivos à energia limpa

+
SAIBA MAIS
14 jun 2024

Primeiras operações logísticas e agrícolas com uso de Biodiesel 100% mostram o potencial dos combustíveis verdes no Brasil

+
SAIBA MAIS
14 jun 2024

Alexandre Silveira reforça papel mundial do Brasil na transição energética

+
SAIBA MAIS
14 jun 2024

G20 é oportunidade para mudar visão sobre América Latina, dizem líderes

 

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO