HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
30 abr 2021 - 09:03
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

A era do baixo carbono

Como empresas e a sociedade podem contribuir para uma economia com menos emissão de gases de efeito estufa
A Cúpula de Líderes sobre a Questão Climática organizada por Joe Biden na semana passada é cheia de simbolismos. Além de mostrar que os Estados Unidos voltaram, e com força, ao xadrez climático internacional, a reunião também mostra que o país que ignorar a emergência climática que se impõe, fatalmente, vai perder o bonde da história.


O Brasil, por causa de suas matrizes energéticas renováveis, está bem colocado em termos mundiais, desde que resolva o problema do desmatamento na Amazônia. Os satélites mostram que a floresta está sendo ceifada acima da média nos últimos anos.


Uma economia de baixo carbono também se faz com as empresas e com a sociedade civil. Esse é um outro ponto em que o Brasil vai bem. Parcerias entre o setor privado, por exemplo, com instituições como a Embrapa, têm gerado resultados positivos no agronegócio. Ou seja, a produção aumenta mas as emissões não seguem a mesma tendência. Existem outros exemplos também no setor energético e em programas, como o Renovabio, que tenta incentivar o uso de combustíveis renováveis. O setor dos resíduos sólidos é outro que merece foco.


Desde que a diplomacia ambiental brasileira, que sempre foi protagonista no sentido de preocupação com o meio ambiente e com as futuras gerações, volte a dar as cartas no cenário internacional, internamente, os caminhos para que o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono ocorra estão pavimentados. Inclusive na Amazônia.


Fonte: Estadão

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05 mai 2021

Chile sediará cúpula internacional sobre energia limpa

+
SAIBA MAIS
05 mai 2021

Rumo a IPO, gaúcha 3tentos vai investir em Mato Grosso

+
SAIBA MAIS
04 mai 2021

MME abre pesquisa sobre inserção de biocombustíveis no ciclo diesel

+
SAIBA MAIS
03 mai 2021

Setor de biodiesel aponta consequências negativas da redução da mistura a representantes do MME e MAPA

+
SAIBA MAIS
03 mai 2021

APROBIO faz primeira avaliação sobre proposta de novo sistema de comercialização de biodiesel

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO