HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
04 mai 2022 - 13:45
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

A descarbonização precisa de biocombustível e o biocombustível precisa de mais aliados

Por Erasmo Carlos Battistella


O desenvolvimento do papel dos biocombustíveis no processo de descarbonização internacional está totalmente relacionado à mobilização de governos, organizações internacionais e muitos setores que precisam acelerar a transição energética em seus negócios. O Turismo sofreu muito com o impacto provocado pela pandemia em função da redução da mobilidade internacional. A retomada, neste momento, de forma sustentável e inclusiva, é o centro do Debate Temático de Alto Nível, a ser realizado nesta quarta-feira, dia 4 de maio,a partir das 10h (horário local, 11h horário de Brasília) promovido pela Organização Mundial do Turismo (UNWTO) no Salão da Assembleia Geral, Sede da ONU em Nova York.


Estarei presente pessoalmente nesse fórum propondo uma aliança entre os setores públicos e privados para ampliar em grande escala as soluções dos biocombustíveis em conjunto com o crescimento sustentável do setor de Turismo. É uma grande honra participar deste debate sobre Turismo e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável promovido pela Organização Mundial do Turismo.


Pela minha trajetória pessoal, liderando o debate de desenvolvimento do setor de biodiesel no país, e pela empresa que represento no Brasil, a BSBIOS, líder nacional na produção de biodiesel, com investimento no Paraguai e na Suíça, posso afirmar que represento iniciativas concretas em relação à Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável da ONU, e que estão também totalmente vinculados atividade do Turismo.


Turismo como espaço para acelerar a transição
De acordo com o objetivo de desenvolvimento sustentável 7– Energia Limpa e Sustentável, como um setor intensivo em energia, o Turismo pode acelerar a mudança para o aumento da participação de energia renovável no mix global de energia. Ao promover investimentos em fontes de energia limpa, o Turismo pode ajudar a reduzir os gases de efeito estufa, mitigar as mudanças climáticas e contribuir para o acesso à energia para todos. Os biocombustíveis são uma solução imediata e pronta para proporcionar a transição para uma matriz energética limpa.


No caso do objetivo 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis – O Turismo pode fazer avançar as infraestruturas e acessibilidades urbanas, promover a regeneração e preservar o património cultural e natural, ativos dos quais o Turismo depende. O investimento em infraestrutura de transporte mais eficiente, com redução da poluição do ar, deve resultar em cidades mais inteligentes e verdes, não apenas para os moradores, mas também para os turistas. Os biocombustíveis são uma solução para grandes cidades, no caso do transporte urbano e de carga, sem a necessidade de grandes investimentos em infraestrutura de transição.


Para a meta 13 – AÇÃO CLIMÁTICA, as partes interessadas no Turismo devem desempenhar um papel de liderança na resposta global às mudanças climáticas. Ao reduzir sua pegada de carbono, no setor de transporte e hospedagem, o Turismo pode se beneficiar de um crescimento de baixo carbono e ajudar a enfrentar um dos desafios mais prementes do nosso tempo. Os biocombustíveis são uma solução imediata para reduzir as emissões de carbono e garantir a preservação das belezas ambientais que motivam os turistas a viajar.


Seis meses se passaram desde a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática 2021 (COP26) em Glasgow, na Escócia. Todos nós que estávamos lá pudemos ver a urgência demonstrada pelos líderes mundiais em cumprir os compromissos para uma economia NET ZERO. E para isso, a mobilidade global, seja por ar, mar, rios, estradas ou ruas, desempenha um papel fundamental. A questão que fica é se hoje já existe um combustível capaz de permitir a transição de energia de baixa emissão no transporte com baixo custo.


No Salão da Assembleia Geral da ONU, vou destacar o fato de que os biocombustíveis se enquadram perfeitamente neste censo de urgência do qual todos falam para atingir as metas de descarbonização. Estamos prontos e podemos reduzir as emissões em todos os modais de transporte: o Ferroviário, o Rodoviário (nas estradas e nas cidades), o Aéreo e o Aquaviário (nos mares e rios).


Como afirma o documento “Sustainable Aviation Fuel Policy Toolkit” do Clean Skies for Tomorrow (iniciativa de empresas e organizações de alta ambição que trabalham para descarbonizar a aviação global por meio de combustíveis de aviação sustentáveis e outras tecnologias de próxima geração), o fornecimento suficiente de biocombustíveis avançados requer produção, o que requer grandes investimentos, que por sua vez requerem estruturas regulatórias confiáveis e duradouras.


Precisamos de políticas públicas claras e estruturas regulatórias estáveis para atrair novos investimentos comprometidos em produzir um combustível que tornará a transição possível. A Organização Mundial do Turismo pode ser uma referência global nesse desafio.


Sem um marco regulatório claro que defina uma demanda mínima, os investimentos podem ser lentos em vir, o que diminuirá a velocidade da transição energética. Continuamos a fazer progressos em nossa grande aposta na produção avançada de biocombustíveis, entretanto, esta é uma batalha que requer o envolvimento de governos, organizações internacionais e muitos setores que precisam acelerar a transição energética em seus negócios. O biocombustível avançado precisa de aliados para que possa fornecer em grande escala suas soluções de descarbonização, e a Organização Mundial do Turismo pode ser uma referência nesse desafio.


Fonte: Blog Biocombustível Avançado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
30 jun 2022

ANP aprova a realização de consulta e audiência públicas para adoção de medida preventiva em relação a estoques de diesel A S-10

+
SAIBA MAIS
30 jun 2022

ANP fará consulta e audiência públicas sobre inclusão de operação para emissão de CBIOs

+
SAIBA MAIS
29 jun 2022

BSBIOS e Embrapa desenvolverão cereais de inverno para produção de etanol

+
SAIBA MAIS
29 jun 2022

Fórum Nacional discute oportunidades para o Trigo

+
SAIBA MAIS
27 jun 2022

Biocombustíveis serão tema de debates no Fórum Nacional do Trigo

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO