HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADOS
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
02 mai 2019 - 10:29
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

MME projeta demanda de 95,5 milhões de CBios em 2029

O Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio) deverá evitar que 95,5 milhões de toneladas de dióxido de carbono sejam despejados pelo Brasil na atmosfera até 2029. Esse é o centro da meta de descarbonização que embasa a consulta pública que foi aberta hoje (30) pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

Considerando o intervalo de tolerância admitido pelo ministério, a redução das emissões em 2029 poderá ficar entre 91 e 100 milhões de toneladas de CO2. Segundo documentos disponibilizados como parte da consulta, os números foram definidos em 08 de março durante a 7ª reunião ordinária do Comitê RenovaBio.




O volume corresponde ao número de Créditos de Descarbonização (CBios) que o ministério espera que sejam comercializados em 2029 - cada CBio equivale a uma tonelada de CO2. Ou seja, o número de certificados que as distribuidoras de combustíveis atuantes no mercado brasileiro terão que adquirir para cumprir as obrigações referentes à redução das emissões de gases do efeito estufa (GEEs).

Primeira revisão

Esta é a primeira vez que as metas de descarbonização do RenovaBio serão revistas. Pelo texto da Lei 13.576/2017, o processo será repetido anualmente para definir valores que irão balizar o mercado nacional de combustíveis durante um período mínimo de 10 anos.

Em sua primeira versão publicada em meados do ano passado, o CNPE fixou metas para o decênio entre 2019 e 2028. Ao final de primeiro período, a expectativa é que as distribuidoras demandem cerca de 90,1 milhões.

A expectativa do governo é que a demanda pelos certificados avance mais 6% entre 2028 e 2029. Isso sinaliza estabilização no ritmo de crescimento desse mercado conforme ele se aproxime da maturidade.

Somando o período total de vigência do RenovaBio - de 2019 e 2029 -, a meta é que o RenovaBio evite a emissão do equivalente a 686,3 milhões de toneladas de gás carbônico.


Fonte: BiodieselBR



ÚLTIMAS NOTÍCIAS
21 fev 2020
USDA ANUNCIA META DE 30% DE BIOCOMBUSTÍVEL PARA 2050
+
SAIBA MAIS
21 fev 2020
Mais de 230 usinas buscam emissão de créditos de carbono no RenovaBio
+
SAIBA MAIS
20 fev 2020
Câmara aprova MP que altera regras do crédito rural
+
SAIBA MAIS
20 fev 2020
Faturamento do setor de biodiesel avançou 11% em 2019
+
SAIBA MAIS
17 fev 2020
APROBIO participa de reunião sobre mudanças no modelo de comercialização do biodiesel
+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO