HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
03 out 2017 - 03:27
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Energia solar fotovoltaica cresceu 448% em dois anos

O Brasil é conhecido por ser um país tropical de sol abundante. E a energia proveniente do sol pode abastecer casas, prédios públicos, comércios. A energia fotovoltaica é realidade no país e tem potencial, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), para abastecer 2,3 vezes toda a demanda residencial do Brasil.

O presidente Absolar, Rodrigo Sauaia, pontua que essa produção seria possível se todos os telhados de residências brasileiras fossem aproveitados para geração distribuída solar fotovoltaica. 'Só os telhados residenciais do país seriam capazes de suprir a demanda por mais de duas vezes dos domicílios brasileiros', exemplifica.

Estes dados são a prova do enorme potencial desta tecnologia. 'A energia fotovoltaica auxilia a reduzir os gastos de consumidores com energia elétrica, tem contribuído para reaquecer a economia do país e gerar empregos locais e de qualidade para a população', comenta. São criados aproximadamente de 25 a 30 empregos diretos para cada megawatt instalado em um ano.

'No que depender de recurso solar, o Brasil está muito bem posicionado no âmbito internacional para se tornar uma referência em energia solar fotovoltaica. Mas a maioria deste potencial ainda não está aproveitada', explica o presidente da Absolar.

Por isso é possível multiplicar e aumentar a geração de energia limpa e renovável e de baixo impacto ambiental. Basta a energia solar também ser gerada em estacionamentos, prédios públicos, edifícios comerciais e tantos outros.  Segundo Rodrigo, no que depender da fonte solar fotovoltaica, ainda existe muita oportunidade de redução de gastos, crescimento e desenvolvimento, com responsabilidade e sustentabilidade.

A energia solar de micro e minigeração atingiu o patamar de 111 megawatts (MW) de capacidade instalada. Destes, 77,6 MW, mais de 69%, são provenientes da fonte solar fotovoltaica, capaz de gerar energia elétrica suficiente para abastecer mais de 45 mil residências.

Continue lendo aqui.

Fonte: Jornal Canal da Bioenergia
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
05 jun 2020

MME abre consulta pública sobre metas de redução de emissões do RenovaBio

+
SAIBA MAIS
05 jun 2020

Queda na poluição inspira busca por soluções sustentáveis pós-pandemia

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

Como acelerar as grandes transições em prol do Desenvolvimento Sustentável na era pós-COVID?

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

Biocombustíveis: o futuro do Brasil

+
SAIBA MAIS
04 jun 2020

CNPE aprova medidas com vistas à retomada da economia pós-pandemia

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO