HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
VÍDEOS
CONHECA O BIODIESEL
CONTATO
NOTÍCIA
23 jan 2017 - 07:35
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Empresa quer ampliar produção e uso do Biodiesel

Em reunião ocorrida na última quarta-feira (18), o Gerente de Agricultura Familiar da Caramuru Alimentos, André Luiz e os diretores Adão da Silva (Sec. de Política Agrícola) e Orlando Luiz Nicolotti (Sec. De Meio Ambiente) conversaram  com objetivo de buscar meios para ampliar a participação da empresa Caramuru Alimentos no Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) no estado.

Entre os principais focos do plano de trabalho das Secretarias de Política Agrícola e de Meio Ambiente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (FETAGRI-MT) para o ano de 2017, está a de ampliar a atuação da cadeia do biodiesel na agricultura familiar em Mato Grosso, através do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB). Na Safra 2015/2016, a empresa comercializou cerca de 28 mil toneladas de soja não transgênica, por meio de contratos com mais de 200 famílias em todo o estado.

O objetivo é aumentar este número nas regiões que o programa já está em atividade e ampliar o número de municípios que tem contratos ativos. A Caramuru, que tem parceria com agricultores familiares por meio do PNPB há 5 anos no estado, conta atualmente armazéns em 6 municípios (Água Boa, Canarana, Nova Ubiratã, Ipiranga do Norte, Lucas do Rio Verde, Sorriso e Querência), e está investindo em uma Unidade Fabril de Biodiesel em Sorriso.

Adão da Silva frisa que a Federação está empenhada em avançar com o programa no estado, no aumento do número de contratos com as famílias e o aumento da produção, possibilitando geração de emprego e renda às milhares de famílias participantes do PNPB. 'Estamos buscando potencializar o programa, tornando-o mais eficiente para ambas as partes. Nossa preocupação maior é com os agricultores familiares, para que possam conquistar estabelecimento nos mercados e geração de emprego e renda.

Através das articulações estamos observando qual os melhores caminhos pra impulsionar o programa', diz. Orlando Luiz Nicolotti afirma que a Fetagri está sempre em contato com as outras empresas que participam do programa no estado. 'Estaremos nos reunindo com todas as outras empresas parceiras do PNPB, pois temos o compromisso de expandir ainda mais o programa para mais famílias de agricultores', menciona.

Fonte: Mato Grosso Econômico
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19 mai 2022

Decreto cria mercado regulador de crédito de carbono no Brasil

+
SAIBA MAIS
19 mai 2022

ONU lança plano para impulsionar uso de energias renováveis

+
SAIBA MAIS
19 mai 2022

Por que engolimos o que a indústria petroleira e os ambientalistas nos dizem?

+
SAIBA MAIS
18 mai 2022

O biodiesel pode ajudar a combater as desigualdades de saúde em comunidades carentes de Justiça Ambiental

+
SAIBA MAIS
18 mai 2022

Dez países que estão recuando nas políticas para biocombustíveis

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-001 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO