HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
02 mai 2019 - 10:25
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

Em dez anos, produção de biodiesel de Mato Grosso do Sul cresce 3.292%, aponta ANP

Estado atualmente é o sexto maior produtor brasileiro e atingiu no primeiro trimestre de 2019 um volume processado de 80,713 milhões de litros



Mato Grosso do Sul produziu no primeiro trimestre de 2019, 80,713 milhões de litros de biodiesel. Frente ao mesmo período de 2018, quando processou 80,864 milhões de litros, houve, conforme dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), uma ligeira queda de 0,2%.






Entretanto, quando a produção do acumulado de janeiro a março de 2019 é comparada com o mesmo intervalo de tempo de 2010 - totalizando dez anos, que foi de 2,379 milhões de litros, o incremento percentual é de 3.292%.





Nos primeiros três meses de 2010, conforme a ANP, o estado tinha apenas uma planta de produção de biodiesel operando, a Biocar, em Dourados. Na época, Mato Grosso do Sul terminou o ano como o 12º maior produtor desse biocombustível.





Já em 2019, o estado conta com duas usinas de produção de biodiesel em atividade. A Delta, em Rio Brilhante e a Cargill, em Três Lagoas. Com o processamento dessas duas indústrias, Mato Grosso do Sul é o sexto maior fabricante de biodiesel do Brasil.





Neste primeiro trimestre produziram mais biodiesel que o estado somente: Rio Grande do Sul, com 354,988 milhões de litros; Mato Grosso, com 283,906 milhões de litros; Goiás, com 183,113 milhões de litros, Paraná, com 149,236 milhões de litros e a Bahia, com 108,613 milhões de litros.





No país, a produção de biodiesel cresceu nestes três meses iniciais de 2019, 17,3%, passando de 1,128 bilhão de litros para 1,323 bilhão de litros.






Desde 2008, a mistura de biodiesel ao óleo diesel passou a ser obrigatória. Inicialmente o percentual determinado pelo governo federal foi de 2%. Foram ocorrendo aumentos gradativos do percentual e atualmente é 8%.


Fonte: G1





ÚLTIMAS NOTÍCIAS
25 set 2020

RenovaBio: ANP revisa metas individuais de distribuidores para 2020

+
SAIBA MAIS
25 set 2020

Grupo de Trabalho Intercâmaras do MAPA avança sobre proposta comum para Reforma Tributária

+
SAIBA MAIS
25 set 2020

Setor avalia oferta e demanda de biodiesel para L76 em reunião de Monitoramento do Abastecimento do Biodiesel

+
SAIBA MAIS
21 set 2020

RenovaBio: ANP realiza webinar e programa atinge 9 milhões de créditos de descarbonização (CBIOs)

+
SAIBA MAIS
18 set 2020

APROBIO defende na ANP que Diesel Verde é novo biocombustível: produto exige especificação, marco regulatório e cadeia produtiva própria

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO