HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
17 fev 2020 - 16:00
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

APROBIO participa de reunião sobre mudanças no modelo de comercialização do biodiesel

APROBIO participa de reunião sobre mudanças no modelo de comercialização do biodiesel

A APROBIO, através do Diretor do Conselho de Administração, Alberto Borges de Souza, do Diretor Superintendente, Julio Cesar Minelli e do Assessor Técnico, Antônio Carlos Ventilli, participou na segunda-feira (17), de reunião no Ministério de Minas e Energia, em Brasília, para debater sobre o modelo atual de comercialização de biodiesel e o novo cenário de venda das refinarias pela Petrobras.


Com tema “Biodiesel” no âmbito do Subcomitê Novo Cenário Downstream criado pelo Comitê Técnico Integrado para o Desenvolvimento do Mercado de Combustíveis, demais Derivados de Petróleo e Biocombustíveis (CT-CB), instituições do setor apresentaram um panorama da atual situação de negociação do biodiesel e os desafios da área com as mudanças na Petrobras.


Em setembro do ano passado, a Petrobras anunciou a atualização da "Visão, do Propósito e das Estratégias para o Novo Plano 2020-2024. No documento, a estatal oficializa a decisão de sair integralmente "da distribuição e do transporte de gás", "dos negócios de fertilizantes, distribuição de GLP e de biodiesel" e de focar as atividades de refino e comercialização de derivados "nas operações do Sudeste".


Segundo a coordenadora-Geral de Refino, Abastecimento e Infraestrutura do Ministério de Minas e Energia, Danielle Lanchares Ornela, o encontro teve o objetivo de ouvir as considerações do setor produtivo sobre quais seriam as alterações regulatórias “para garantir o abastecimento de diesel com o percentual de biodiesel necessário”.


Ao apresentar as considerações da APROBIO, Julio Minelli ressaltou que o leilão é um mecanismo aderente aos objetivos da política energética brasileira. Para o diretor-superintendente da APROBIO, a comprovação da mistura obrigatória pelas aquisições de biodiesel e liberação de cotas de diesel A. em volumes compatíveis é uma forma eficiente de controle.


Minelli apontou ainda que a atual sistemática dos leilões ainda permite à Agência Nacional de Petróleo (ANP) a garantia e comprovação do abastecimento. Além disso, assegura informação, com antecedência de 15 a 20 dias, dos preços que serão praticados nos dois meses seguintes.


A reunião foi conduzida pela coordenadora-Geral de Refino, Abastecimento e Infraestrutura do Ministério de Minas e Energia, Danielle Lanchares Ornelas, e contou com a participação da diretora do Departamento de Combustíveis Derivados de Petróleo (DCDP) da Secretaria de Petróleo e Gás (SPG) no Ministério de Minas e Energia (MME), Marisa Maia de Barros.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS
21 set 2020

RenovaBio: ANP realiza webinar e programa atinge 9 milhões de créditos de descarbonização (CBIOs)

+
SAIBA MAIS
18 set 2020

APROBIO defende na ANP que Diesel Verde é novo biocombustível: produto exige especificação, marco regulatório e cadeia produtiva própria

+
SAIBA MAIS
18 set 2020

As Políticas Públicas refletem o objetivo nacional de construir uma matriz energética limpa

+
SAIBA MAIS
18 set 2020

Comercialização de CBIOs bate recorde após revisão de metas para 2020

+
SAIBA MAIS
16 set 2020

ECB firma contrato com governo do Paraguai para produção de HVO

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO