HOME
ASSOCIAÇÃO
QUEM SOMOS
ASSOCIADAS
PRETENDENTES
LEGISLAÇÃO
SELO COMBUSTÍVEL SOCIAL
RENOVABIO
ESTUDOS TÉCNICOS
PNPB
LEGISLAÇÃO
MERCADO
SUSTENTABILIDADE
NOTÍCIAS
CONTATO
NOTÍCIA
14 jan 2019 - 10:05
COMPARTILHAR
Compartilhar - Linkedin
Compartilhar - Facebook
Compartilhar - Twitter

A poluição do ar prejudica até seu desempenho no trabalho

Pesquisa da Universidade de Cingapura mostra que exposição a ar contaminado prejudica o rendimento em empregos que exigem coordenação, velocidade e consistência

A poluição do ar em grandes metrópoles causa inúmeros efeitos prejudiciais em nosso corpo, como dor de cabeça, doenças respiratórias e cardíacas, exaustão e até câncer de pulmão.

Os danos da agressão ao meio ambiente à saúde são evidentes. Um grupo de pesquisadores da Universidade de Cingapura, no Sudeste Asiático, contudo, decidiu pesquisar também de que forma a poluição afeta a produtividade dos profissionais.

Evidentemente, trabalhar em meio à poluição não favorece o rendimento da equipe. Mas, segundo os pesquisadores, flutuações esporádicas no nível de qualidade do ar não impactam a média diária de produtividade.

No entanto, se a pessoa tem de trabalhar durante muito tempo exposta à poluição, seu rendimento diminui lentamente com o passar do tempo, de acordo com reportagem da Fast Company.

Para chegar a essa conclusão, a equipe liderada pelo professor Liu Haoming estudou durante um ano fábricas têxteis na China e comparou os níveis de poluição do local com a produção dos trabalhadores.

A pesquisa mostra que a exposição a altos níveis de poluição (10 microgramas por metro cúbico acima do limite considerado seguro) por 25 dias reduz a produtividade do trabalhador em 1%.

"A maioria dos gerentes que entrevistamos não percebeu que a poluição do ar pode ter um impacto negativo na produtividade de seus trabalhadores", afirma Liu.

As descobertas da Universidade de Cingapura são relevantes porque mostram às empresas que a sustentabilidade é importante não só para seus resultados financeiros, mas também para a saúde e desempenho de seus funcionários.

Liu diz que é vital que o efeito da poluição na economia receba mais atenção. Apesar de seu estudo se concentrar em trabalhadores de fábricas têxteis, ele acrescenta que as descobertas podem ser aplicadas a qualquer emprego que exija coordenação, velocidade e consistência.

"O impacto negativo sobre a produtividade do trabalho deve ser considerado como uma parte importante do custo da poluição do ar", diz.

Fonte: Época Negócios
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
09 jul 2020

Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta

+
SAIBA MAIS
07 jul 2020

Seminário discutirá como RenovaBio pode reverter aquecimento global

+
SAIBA MAIS
06 jul 2020

Soja: Brasil pode colher até 166 milhões de toneladas em 2028/2029, diz Fiesp

+
SAIBA MAIS
03 jul 2020

Balanço de maio e junho reforça compromissos de produção e entrega do setor de biodiesel

+
SAIBA MAIS
03 jul 2020

Em live, Bento Albuquerque afirma que Brasil está pronto para a retomada

+
SAIBA MAIS
TODAS AS NOTÍCIAS
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 – cj. 91
Jardim Paulistano
01452-911 – São Paulo/SP
+55 11 3031-4721
APROBIO