19 de agosto de 2019

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

Subsídio a combustíveis fósseis cobra preço alto da saúde pública

Relatório mostra como subsídios às fontes fósseis apoiam um setor associado a mortes prematuras, problemas crônicos e enormes custos aos sistemas de saúde

Você vê alguma relação entre os subsídios a combustíveis fósseis e os custos com saúde decorrentes da poluição do ar gerada pela queima dessas fontes? Há décadas, governos em todo o mundo destinam recursos públicos para apoiar a indústria de petróleo, gás e carvão na produção de energia, uma ligação que não sai barata para a sociedade.

Em 2014, os U$ 444 bilhões em subsídios que a indústria de combustíveis poluentes recebeu dos países do G20 se transformou em um custo com saúde seis vezes maior, gerado pela queima desses mesmos combustíveis: US$ 2,7 trilhões.

Os dados são de um relatório divulgado nesta semana pela Aliança Saúde e Meio Ambiente (HEAL, na sigla em inglês), que mostra como os subsídios aos combustíveis fósseis apoiam um setor associado a mortes prematuras, problemas crônicos, enormes custos aos sistemas de saúde em todo o mundo, além de de contribuir fortemente para as mudanças climáticas.

Continue lendo aqui.

Fonte: Exame

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top