19 de agosto de 2019

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

Cansou da gasolina? Em meio à alta, biodiesel vai gerar quase 200 empregos no Paraná

Fábrica localizada no Norte do Estado vai expandir produção para 288 milhões de litros por ano

Em meio ao aumento de preços dos combustíveis em todo o Brasil, o estado do Paraná vai ampliar a capacidade de produção de biodiesel. A fábrica de Marialva da BSBIOS, uma das associadas Aprobio, recebeu nesta quinta-feira (27) autorização da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para ampliar as operações.

Em nota, a empresa informa que o aumento de capacidade será de 38%: serão produzidos 288 milhões de litros de biodiesel por ano, contra 208,4 milhões de litros atualmente.

Empregos e arrecadação

O investimento em equipamentos e tecnologia na planta de Marialva gira em torno de R$ 20 milhões, o que pode gerar empregos diretos principalmente na área de logística, informa a BSBIOS. Já empregos indiretos estima-se algo em torno de 150.

“Com isso, estaremos gerando um faturamento adicional de R$ 230 milhões por ano e um acréscimo de R$ 27 milhões em ICMS ao município. A empresa já é a maior arrecadadora de impostos de Marialva”, informa nota da empresa.

Após a conclusão das obras, o que deve ocorrer até o fim de agosto, será necessária ainda uma aprovação de nova licença de operação por parte da ANP.

“Com a ampliação estamos otimizando insumos e mão de obra, mas também estaremos demandando mais matéria-prima, a soja, para atender a nova capacidade”, afirmou o diretor presidente da BSBIOS, Erasmo Carlos Battistella.

Conforme divulgou a Gazeta do Povo, o Brasil busca aumentar a mistura de biodiesel ao óleo diesel, de 8% para 10%. Isso deve criar uma demanda adicional de esmagamento de 4 milhões de toneladas de soja – além das 15 milhões de toneladas já utilizadas anualmente.

Com as novidades, segundo a BSBIOS, “a companhia reafirma sua crença no Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel e se capacita ainda mais para atender ao mercado de biodiesel que está em expansão, além do aumento orgânico de combustíveis esperado com o retorno do crescimento da economia,” afirma o diretor industrial Ézio Slongo.

A autorização desta quinta-feira aconteceu no mesmo dia em que foi publicada no Diário Oficial da União a aprovação de licença de operações da unidade matriz da BSBIOS, em Passo Fundo (RS). O custo da ampliação no Rio Grande do Sul foi de R$ 10 milhões.

Fonte: Gazeta do Povo

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top