22 de julho de 2019

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

Clima preocupa mais gente, mas ativistas discordam sobre medidas de combate

Não importa por que lado se veja, o movimento para combater a mudança climática cresceu tanto que as verdades do filme de mais de uma década de Al Gore, “Uma Verdade Inconveniente”, agora parecem mais corriqueiras do que inconvenientes.

No mês de dezembro, em Paris, 195 nações concordaram em reduzir os gases do efeito de estufa. Nos Estados Unidos, 70% dos norte-americanos dizem que a mudança climática é real. O Papa Francisco se juntou ao chamado para a ação. Centenas de milhares de pessoas se reúnem em marchas pelo clima em Paris e Nova York, e os manifestantes recentemente realizaram protestos contra os combustíveis fósseis em seis continentes.

“Isso é o que chamo de momento. Não é só um vento pelas costas; são os ventos da mudança”, disse Daniel R. Tishman, presidente do Conselho de Defesa dos Recursos Naturais, em seu recente relatório anual.

Mas o movimento que começou com uma missão simples – convencer mais pessoas sobre os perigos da mudança climática para gerar uma ação – está sentindo as dores do crescimento. O que pode parecer uma frente unida apresenta divergências acentuadas, com opiniões conflitantes em muitas questões, incluindo energia nuclear e gás natural, que complicam a situação dos que se intitulam ambientalistas atualmente.

Continue lendo aqui.

Fonte: The New York Times

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top