24 de julho de 2019

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

No Brasil, catalisadores das motos param de filtrar poluição com um ano de uso

Regras atuais fazem com que catalisadores de motos tenham vida útil pequena, aumentando a poluição nas cidades

Todas as motocicletas novas saem de fábrica com uma peça importante. O catalisador. Ela é feita com uma série de metais nobres que reagem com a fumaça do motor, reduzindo a emissão de gases poluentes. A qualidade e quantidade desses metais são regulados pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), órgão presidido pelo Ministério do Meio Ambiente e que conta com representantes de empresas, sindicatos e ONGs. Ambientalistas querem que a próxima reunião do Conama, prevista para março, aumente o rigor no controle dos catalisadores. Mas eles enfrentam resistência.

Atualmente, o Conama determina que os catalisadores das motos durem 18 mil quilômetros de uso normal. O número foi definido pensando no padrão europeu. Na Europa, uma moto roda em média 6 mil quilômetros por ano. Assim, os 18 mil atuais permitiriam que os catalisadores das motos funcionassem sem dificuldades por pelo menos três anos. Isso se estivéssemos na Europa, onde o uso de motos é mais recreativo do que profissional.

Clique aqui para ler a matéria completa

Fonte: Revista Época – texto de Bruno Calixto

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top