Osasco: Meio Ambiente encerra gincana Biodiesel com arrecadação de 3.422 litros de óleo

A Prefeitura de Osasco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA), encerrou na sexta-feira, 8/6, a Gincana Biodiesel nas escolas estaduais, dentro da programação especial da Semana do Meio Ambiente.

O programa, que incentiva as escolas a disputarem por 2 semanas quem arrecada a maior quantidade de óleo de cozinha usado que será transformado em Biodiesel, teve seu encerramento no Parque Chico Mendes, com participação especial da Banda Marcial da EE Professor Armando Gaban.

Participaram da atividade, alunos das escolas estaduais São Paulo da Cruz (Santo Antônio), Orlando Geribola (Jardim Helena), Armando Gaban (Conceição), Américo Marco Antônio (Pestana), Professor José Ribeiro de Souza (Bussocaba) e José Geraldo Vieira (Umuaram), que arrecadaram 3.422 litros de óleo.

A vencedora foi a escola José Geraldo Vieira, que arrecadou 3.302 litros de óleo, recebeu um troféu e também um equipamento necessário para a unidade. “Saibam que esse óleo retirado da natureza não poluirá nossas nascentes. As próximas gerações é que darão valor ao que vocês fizeram agora. Quanto mais arrecadarmos de óleo usado, mais contribuímos com a preservação da natureza”, disse o secretário de Meio Ambiente, Marcelo da Silva.

O que é Biodiesel

É um combustível alternativo, não tóxico e biodegradável. É uma alternativa aos combustíveis derivados de petróleo. Pode ser usado em carros e qualquer outro motor movido a diesel. É extraído de sementes oleaginosas (soja,girassol, mamona, amendoim entre outros), gordura vegetal e animal e óleo de cozinha usado.

Para qualquer pessoa que queria aderir a iniciativa, é fácil. Basta colocar em garrafas pet o óleo das sobras de fritura. Depois de cheias, levá-las ao posto de coleta mais próximo de sua casa. Para mais informações sobre esse programa, ligue 3652-9041 ou 156.

 

Fonte: Café Diário

11ª Gincana do Programa Biodiesel Osasco encerra com grande participação das escolas municipais

Iniciada em fevereiro deste ano, a Gincana do Programa Biodiesel Osasco contou com a intensa participação de alunos e professores da rede municipal que se mobilizaram para coleta e destinação correta do óleo de cozinha usado.

As escolas receberam os gestores ambientais da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) que realizaram visitas de sala em sala divulgando os objetivos do projeto e sensibilizando o público sobre a importância de reciclar este resíduo. Durante a gincana foram coletados aproximadamente 10 mil litros para serem transformados em biodiesel.

Este ano, para estimular a participação dos alunos das escolas municipais, as três primeiras escolas que coletaram a maior quantidade de resíduo irão participar dos seguintes passeios: 1° lugar visita ao Parque Ibirapuera na Aventura Ambiental, 2°lugar peça “A formiga e a cigarra” no Centro Cultural Grande Otelo e 3° lugar visita a Estação Biologia localizada na USP.

EMEF Manoel Tertuliano 29.04.2016

As escolas vencedoras foram: EMEF Prof. Max Zendron com a coleta de 835 litros de óleo de cozinha usado, seguido da EMEF Maestro Domingos Blasco com 817 litros e em 3° lugar a EMEF Marechal Bittencourt com 640 litros.

O programa Biodiesel de Osasco foi implantado em 2008 e já coletou mais de 400 mil litros de óleo. Aos poucos o programa vem ampliando seus resultados através de parcerias com escolas, igrejas, restaurantes, empresas privadas e instituições acadêmicas como a USP.

Através da parceria com esta universidade, o IEE – Instituto de Energia e Ambiente recebe óleo destinado para a usina existente no local e promove estudos com os estudantes sobre a qualidade do combustível produto final da usina.

A destinação correta do óleo de cozinha usado é de responsabilidade de todos e os parques de Osasco e escolas são pontos de coleta do programa Biodiesel. Maiores informações sobre o programa podem ser obtidas através do telefone (11) 3652 9041, ou sema@osasco.sp.gov.br.

Fonte: Osasco Notícias

Projeto biodiesel transforma óleo de cozinha em combustível

Estatísticas revelam que cada família brasileira consome em média quatro litros de óleo vegetal por mês. Para evitar o descarte incorreto do chamado OGR (óleo de gordura residual) , órgãos públicos e privados têm firmado parcerias sustentáveis de conscientização ambiental e estímulo à reciclagem do produto. É o caso de Osasco, que conta há oito anos com o “Projeto Biodiesel” responsável pela coleta sustentável de óleo de cozinha, transformando o líquido em combustível para uso veicular.

Atualmente a cidade abriga 900 pontos de coleta disponíveis para receber o óleo descartado por munícipes. Cada posto recebe uma “bomba” com capacidade para armazenar entre 50 e 60 litros do resíduo. Quando a “bomba” enche, o líquido é recolhido pela Secretaria do Meio Ambiente e armazenado em um depósito da Prefeitura em tanques  com capacidade para receber mil litros de óleo usado cada. Ao chegar ao volume de 5 mil litros de armazenamento, o destino final do resíduo é a empresa Dajac, produtora de biodiesel, parceira do projeto em Osasco.

Para continuar lendo clique aqui

Fonte: Osasco Agora

 

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721