23 de junho de 2018

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

APROBIO pede revogação da medida que retirou obrigatoriedade da mistura do biodiesel ao diesel

O diretor superintendente da Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil (APROBIO), Julio Cesar Minelli, solicitou nesta terça-feira (29), durante a reunião do grupo de trabalho Combustível Brasil, a revogação da medida que retirou temporariamente a obrigatoriedade da mistura B10 (10% de biodiesel) no diesel.

Segundo Minelli, desde a aplicação da medida anunciada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na semana passada, como parte das ações do governo para conter a crise gerada pela greve dos caminhoneiros no País, não houve nenhum embarque de biodiesel, “tornando regra o que deveria ser exceção”.  Mesmo com a retomada do abastecimento, divulgada hoje pela Agência, os embarques de biodiesel não recomeçaram, gerando prejuízos irreparáveis para o setor.

Para determinar a medida, a ANP alegou que a mistura torna mais complexa a logística na cadeia de distribuição, pois adiciona o fluxo entre a usina produtora e o distribuidor, o qual, geralmente, é rodoviário.

Minelli reiterou que no mínimo poderia também ter sido flexibilizada a venda de B100 para frota de veículos de transporte público e de outros serviços essenciais no Brasil, como forma de ajudar na solução da crise.

A reunião contou com a participação de todos os atores do setor de combustíveis do País e foram apresentados relatórios dos subcomitês temáticos, relativos às atividades debatidas no primeiro semestre do ano, nas áreas de Abastecimento, Infraestrutura, Tributação e Concorrência. Na ocasião, vários representantes de entidades do setor demonstraram preocupação com relação ao subsídio ao diesel.

O Combustível Brasil é um programa do governo criado para fomentar um mercado de combustíveis com oferta compatível com o crescimento da demanda, capaz de atender ao consumidor brasileiro em condições adequadas de preço e qualidade, em um ambiente regulatório objetivo, claro e favorável aos investimentos para expansão do setor de downstream.

Grupo de Trabalho – Nesta quarta-feira (30), se reúne, às 10h, no Ministério de Minas e Energia (MME), o grupo de trabalho criado para discutir as propostas do setor de biodiesel que incluem alternativas de uso para o País. Ao determinar a criação do grupo de trabalho, o ministro Moreira Franco concordou que o setor de biodiesel demanda previsibilidade e estabeleceu que a implantação das sugestões propostas devam ser discutidas neste encontro.

 

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top