18 de junho de 2018

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

Uma das maiores poluidoras da Europa aposta na energia eólica

(Bloomberg) — Após décadas promovendo o carvão como garantia da segurança energética nacional, a quarta maior emissora de gases causadores do efeito estufa da Europa está mudando de postura e adotando a energia eólica.

A PGE, maior empresa de serviços públicos da Polônia, quer usar turbinas para aproveitar os ventos do Mar Báltico e, futuramente, fornecer 2,5 gigawatts com a tecnologia até 2030.

A empresa estuda a possibilidade de formar parceria com um dos principais atores europeus no projeto e está trabalhando também para acelerar os investimentos em usinas geradoras movidas a gás e em centrais de cogeração de calor e eletricidade, segundo Monika Morawiecka, diretora de estratégia da empresa.

As iniciativas são um reflexo da queda do custo das turbinas eólicas e do aumento dos custos das licenças de emissão. Como a União Europeia está decidida a reprimir os combustíveis fósseis, que são prejudiciais ao clima, até mesmo as empresas de serviços públicos mais poluidoras estão começando a avaliar como limpar seus setores.

“O custo menor das energias renováveis é um avanço positivo, e o aumento dos preços do CO2 é negativo, porque consome recursos que poderíamos investir em fontes ecológicas”, disse Morawiecka, em entrevista. “A escolha do investimento é simples para nós: caminhamos em direção ao cenário mais barato.”

Redução no uso de carvão

O governo da Polônia, de direita, também está mudando de opinião. Recentemente, anunciou um plano para reduzir a dependência do carvão, que gera mais de 80% da eletricidade do país e sustenta empregos na indústria da mineração, no sudoeste do país.

Continue lendo aqui.

Fonte: Bloomberg

Assine nossa newsletter e tenha acesso as principais notícias do setor


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top