22 de fevereiro de 2018

Compartilhar , , Google Plus , Pinterest ,

Imprimir

Posted in:

Estudo aponta que uso de combustíveis fósseis precisa diminuir o mais rápido possível

Orçamento de carbono disponível tem apenas a metade do tamanho necessário para conter o aquecimento global dentro do limite de 2ºC acordado em Paris

Os cientistas do clima têm uma má notícia para os governos, as empresas de energia, motoristas, passageiros e cidadãos em todo o mundo: para conter o aquecimento global aos limites acordados por 195 nações em Paris em dezembro último, teremos que cortar a queima de combustíveis fósseis a um ritmo ainda mais rápido do que o previsto.

Joeri Rogelj, pesquisador do Instituto Internacional para a Análise de Sistemas Aplicados, na Áustria, em parceria com pesquisadores canadenses, publicou recente estudo na Nature Climate Change demonstrando que todas as estimativas anteriores, das quantidades de dióxido de carbono que poderiam ser lançados na atmosfera – antes que o termômetro suba para temperaturas potencialmente catastróficas – foram muito “generosos”.

Em vez de uma série de estimativas de emissões permissíveis que figurou em até 2.390 bilhões de toneladas a partir de 2015 na realidade, o que cada ser humano deveria emitir seria em torno de 1.240 bilhão de toneladas.

Confira aqui a íntegra da matéria publicada pelo jornal inglês The Guardian.

Fonte: The Guardian

FIQUE SABENDO DE NOSSAS NOVIDADES


aprobio@aprobio.com.br
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1903 - Conj. 91 - Jd. Paulistano - 01452-911 - São Paulo - SP - Tel: 55 11 3031- 4721

Back to Top